sexta-feira, maio 20, 2022
Outros

    A superpopulação de advogados

    Em Destaque

    André Porto Alegre
    André Porto Alegre
    Consultor Jurídico de Empresas

    A American Bar Association, ABA, divulgou no último dia 22 de dezembro um dado que surpreendeu o mercado americano da advocacia, o aumento de 12% no ingresso de estudantes de Direito no primeiro ano da faculdade.

    Em números absolutos em outubro, o início do período letivo americano, 42.718 estudantes se matricularam no curso de Direito das 196 faculdades monitoradas pela entidade, 4.516 a mais que em 2020. Esses números são consequência do aumento de inscritos para os processos seletivos, superior em 13% ao ano anterior.

    Andy Cornblatt, reitor de admissões do Centro de Direito da Universidade de Georgetown, disse que o ciclo de 2021 foi uma “tempestade perfeita” da pandemia e dos eventos atuais que pressionam as pessoas a se inscreverem na faculdade de direito. Cornblatt sugere, assim como outros analistas que o assassinato de George Floyd, a eleição presidencial e a morte de Ruth Bader Ginsburg, juíza norte-americana que atuou na Suprema Corte dos Estados Unidos, inspiraram mais pessoas a buscarem a carreira de advogado. “Você teve George Floyd; uma economia que parecia instável na melhor das hipóteses; uma eleição presidencial como nenhuma outra; RBG morrendo; e 6 de janeiro (invasão do Capitólio). Some tudo isso, parecia que a lei estava onde estava a ação”, disse o reitor.

    Para Kellye Testy, presidente do Conselho de Admissão da Faculdade de Direito da Universidade de Washington, a pandemia interrompeu o início da carreira de muitos, o que levou mais pessoas a se inscreverem na faculdade de direito. Os bloqueios também significaram que eles teriam mais tempo em casa para estudar para os processos seletivos e preparar suas inscrições. “Havia muitas pessoas que poderiam ter feito um estudo interessante no exterior, ou Teach for America, ou passado um ano sabático na Itália. Mas eles não puderam fazer nada disso por causa da pandemia, então parecia melhor aplicar agora”, afirma Testy.

    Karen Sloan, jornalista especializada no mercado da advocacia, que escreve para a Reuters, reconhece que o aumento da diversidade foi um subproduto bem-vindo do grupo maior de candidatos, com várias faculdades de direito de elite admitindo suas classes mais diversificadas de todos os tempos. “Quando se trata de admissões em faculdades de direito, 2021 foi um ano para os livros dos recordes”, escreveu Sloan em recente reportagem.

    Os dados da ABA mostram que das 196, 153 faculdades de direito aumentaram o tamanho das turmas de primeiro ano ou mantiveram estável em relação a 2020. As faculdades de direito que admitem turmas iniciais significativamente maiores correm o risco de inundar o mercado de contratação com graduados em três anos e reduzir as taxas de emprego, afirmou o consultor de admissões Mike Spivey. “Conversei com vários reitores, e nenhum pensou que seria tão alto. Doze por cento é um número enorme. Você quase nunca vê isso”, afirmou.

    Em reportagem de setembro Kyle McEntee, fundador da Law School Transparency, uma organização sem fins lucrativos de defesa e educação do consumidor referente à profissão de advogado nos Estados Unidos, advertiu não estar claro se o mercado de trabalho jurídico tem espaço para mais advogados. Ele disse que as faculdades de direito correm o risco de cometer os mesmos erros de durante e após a recessão de 2008, quando as matrículas aumentaram à medida que as oportunidades de emprego legais estavam diminuindo. “Não me parece que o mercado de trabalho de nível básico possa lidar com tantos primeiros anistas. As escolas deveriam ter continuado a diminuir as matrículas, pelo menos um pouco”, comentou McEntee.

    Por esses lados de Pindorama o desafio é a coleta de dados. Observando o histórico dos últimos 15 anos das notas de corte do curso de Direito da Fuvest, o maior vestibular do país, que seleciona candidatos à Universidade de São Paulo, percebe-se que o processo seletivo de 2022 teve índices equivalentes a 2008, 62 questões certas de um total de 90 para que o candidato continue disputando uma vaga na segunda fase.

    Esse número é distante dos 64 acertos de 2009, mas é superior aos 53 de 2019, ano em que, por esse critério, houve um desinteresse pela carreira jurídica na tradicional Faculdade de Direito do Largo São Francisco.

    Fusões e Aquisições

    spot_img

    Últimas Notícias

    ONU fala em ‘catástrofe’ após indicadores climáticos baterem recordes

    Concentrações de gases do efeito estufa, o aumento do nível do mar, o conteúdo de calor dos oceanos e...

    Uma Globo paralela? Como a Play9 está construindo “uma rede de afiliadas” de canais online

    Foi preciso muita pesquisa, reflexão e um ano e meio de sessões semanais de análise para que João Pedro...

    Veja outras matérias