terça-feira, outubro 20, 2020
Outros

    Agronegócio tem superávit de US$ 7,5 bi em setembro, alta de 5% ante 2019

    Em Destaque

    Mercado reduz previsão para crescimento da economia brasileira no próximo ano

    Depois de 20 semanas parada em 3,50%, a mediana das projeções do mercado para o crescimento da...

    A origem da Ant, candidata a maior IPO da história, e sua guerra com Trump

    O Ant Group, divisão financeira do gigante chinês Alibaba, é uma das fintechs mais valiosas do mundo,...

    Fontes renováveis já são mais baratas na maioria dos países, diz Bloomberg

    As energias eólica e solar são a forma mais barata de eletricidade nova na maior parte do...

    O agronegócio exportou em setembro 8,56 bilhões de dólares, 4,8% mais que em igual mês de 2019, segundo dados fechados pelo Ministério da Agricultura. Já as importações pouco variaram na comparação anual, totalizando 1,05 bilhão de dólares (+0,3%). Assim, o superávit do setor no mês passado foi de 7,506 bilhões de dólares, aumento de 5,4% ante setembro de 2020. “O setor que teve maior incremento das exportações em valores absolutos foi o complexo sucroalcooleiro. As vendas externas desse setor subiram cerca de 540 milhões de dólares (ou +89,8%)”, disse a pasta em nota.

    Os maiores importadores brasileiros de açúcar foram China (159,90 milhões; ou +230,3%), Índia (73,76 milhões; +474,0%) e Bangladesh (72,02 milhões de dólares; +207,4%). O Ministério lembra que a menor produção de açúcar na Índia e na Tailândia nesta safra de 2020 permitiu o aumento das exportações brasileiras. Ainda no setor sucroalcooleiro, as exportações de álcool também subiram, passando de 112,19 milhões para 124,38 milhões de dólares (+10,9%).

    O principal setor exportador do agronegócio segue sendo o complexo soja. Os embarques do setor para o mercado externo cresceram 3,5% no mês, atingindo 2,22 bilhões de dólares.

    Tereza Cristina

    O Brasil tem de buscar novos mercados e diversificar suas vendas externas de soja, hoje muito concentradas na China, defendeu nesta sexta-feira a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, durante entrevista transmitida online.

    “No caso da soja, hoje a gente exporta 80% para a China. Nós precisamos diversificar mais isso, então nós estamos conversando com muitos países”, afirmou.

    “A soja brasileira é muito boa, porque ela tem mais óleo que a soja produzida em países temperados, então ela é mais produtiva, rende mais. Temos aí grandes oportunidades”, acrescentou a ministra, sem dar mais detalhes.

    Os comentários vieram enquanto a ministra destacava esforços para abrir novos mercados para os produtos agrícolas do Brasil em geral.

    “Estamos abrindo novos mercados, em países que nunca tínhamos exportado e também produtos que a gente nunca tinha exportado”, disse.

    Ela falou em entrevista ao Blog do Magno, transmitida ao vivo pelas redes sociais.

    Estadão Conteúdo

    Serviços

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Pré Auditoria

    A Profiting, utiliza o serviço de Pré Diligência, como procedimento básico para qualquer negociação de venda de uma empresa cliente. Com foco...

    Últimas Notícias

    Maersk quer crescer no Brasil e mira aquisições na logística terrestre

    A dinamarquesa Maersk, maior empresa de logística integrada do mundo, está de olho no mercado brasileiro e...

    BR Malls estuda combinação parcial de negócios com Ancar

    A BR Malls informou nesta segunda-feira que realiza estudos preliminares sobre uma possível combinação parcial de negócios...

    Veja outras matérias