quarta-feira, junho 23, 2021
Outros

    Alemanha e França defendem restrição de voos vindos da Índia

    Em Destaque

    Alemanha, França e outros governos da União Europeia pediram que o resto do bloco imponha restrições para voos da Índia diante do recorde de casos de covid-19 no país.

    Em reunião de embaixadores na quarta-feira, várias autoridades expressaram preocupação com o risco de possíveis variantes do coronavírus na Índia provocarem uma quarta onda na Europa, e pediram que a UE adote restrições rapidamente, de acordo com nota diplomática vista pela Bloomberg.

    Durante a mesma reunião, a Comissão Europeia disse que em breve vai propor um mecanismo de emergência para permitir ao bloco lidar rapidamente com a chegada de novas cepas.

    A comissão disse que solicitou ao Centro de Prevenção e Controle de Doenças da Europa que examine variantes preocupantes e apresente critérios e mapeamento que permitam decisões coordenadas sobre como responder. Alguns estados membros acolheram positivamente a ideia, segundo a nota.

    Autoridades e hospitais na Índia tentam combater os níveis sem precedentes de infecções e mortes por Covid. Dados oficiais divulgados na quinta-feira mostraram que os novos casos aumentaram em 379.257 nas últimas 24 horas, um recorde diário mundial. Outras 3.645 pessoas morreram, elevando o número oficial de mortos no país para 204.800.

    Vários estados membros da UE estão enviando ajuda e equipamentos médicos para a Índia.

    Fonte: Exame

    Serviços

    spot_img

    Últimas Notícias

    Pandemia mudou modo como pessoas dão ‘match’, diz chefe do Tinder

    Deslizar para esquerda ou para a direita, o gesto típico de quem usa o aplicativo Tinder, parece não ser...

    Ata do Copom preocupa investidores e ações do varejo despencam

    O assunto mais relevante da manhã se manteve crucial para os rumos da bolsa durante a tarde. Após o...

    Veja outras matérias