sábado, outubro 16, 2021
Outros

    Amazon lança Kindle Paperwhite com bateria que dura 10 semanas

    Em Destaque

    A Amazon traz ao Brasil a partir de hoje duas novas versões do Kindle Paperwhite, a versão intermediária do seu leitor de livros digitais.

    A edição de 649 reais tem tela antirreflexo de 6,8 polegadas, 8 GB de memória, luz com temperatura ajustável e bateria que dura até dez semanas com uma única carga.

    A autonomia da bateria é 67% maior do que na geração passada do produto. Com classificação IPx8, o modelo Paperwhite tem proteção contra água para evitar acidentes em piscinas, banheiras, pias ou mesmo chuva. O aparelho também ganhou bordas mais finas, que agora têm 10 mm de largura.

    Novo Kindle Paperwhite Signature Edition

    A principal novidade no anúncio desta terça-feira é o inédito Kindle Paperwhite Signature Edition, que tem como diferencial um sensor de ajuste automático de iluminação, algo antes presente apenas na versão mais avançada do leitor da Amazon, chamada Oasis.

    Além disso, o Kindle Paperwhite Signature Edition conta com 32 GB de memória e, pela primeira vez na categoria, tecnologia de carregamento sem fio da bateria (compatível com o popular padrão Qi). O preço do produto será de 849 reais.

    Ambos os leitores digitais da Amazon lançados hoje podem ser parcelados em até 12 vezes no site de comércio eletrônico da própria empresa.

    “Os clientes amam o Kindle Paperwhite e trabalhamos com empenho para incluir ainda mais experiências premium nesta nova geração”, diz, em nota, Kevin Keith, vice-presidente para dispositivos e serviços na Amazon.

    Mercado de leitores digitais em declínio – Mas os ebooks só crescem

    De acordo com dados compilados pela consultoria de mercado alemã Statista, o faturamento global do setor de leitores digitais atingiu 460 milhões de dólares em 2020, mesmo número registrado em 2019.

    Entretanto, a previsão é de retração do segmento para receita de 160 milhões de dólares em 2025, indicando um ponto de maturidade nesse mercado e um ciclo de substituição de produtos mais longo do que o observado, por exemplo, nos smartphones.

    Por outro lado, o faturamento de livros digitais deve atingir 15,9 bilhões em 2021 e ir a 17,9 bilhões de dólares em 2025, mantendo uma taxa de crescimento de 2,99% ao ano até lá. O número de leitores dos chamados “ebooks” deve ultrapassar a marca de 1 bilhão até 2025 e o preço médio por título, estimado pela consultoria, é de 15,63 dólares (82,94 reais, em valores atuais e considerando uma conversão direta).

    Sendo a Amazon a líder dos dois mercados, de leitores e livros digitais, a empresa está posicionada para manter a liderança nesses segmentos pelos próximos anos.

    Fonte: Exame

    Fusões e Aquisições

    Últimas Notícias

    Microsoft vai fechar LinkedIn na China

    A Microsoft está desativando as operações da rede social LinkedIn na China, quase sete anos após seu lançamento e...

    IHS vale US$ 7 bi no IPO do 5G

    A IHS Towers começou a negociar hoje em Nova York depois de um IPO que avaliou a maior provedora...

    Veja outras matérias