sexta-feira, abril 16, 2021
Outros

    Após rumores, BB nega troca de presidente em fato relevante ao mercado

    Em Destaque

    Governo estima rombo de R$ 170,5 bi em 2022 e vê 11 anos de contas no vermelho

    No projeto que estabelece as diretrizes para o Orçamento de 2022, enviado ao Congresso nesta quinta-feira (15), o governo...

    Hering rejeita proposta de compra pela Arezzo

    A Hering decidiu, em reunião nesta quarta-feira, 14, negar a proposta feita pela Arezzo de combinar os negócios das...

    Magazine Luiza recebe aval do Cade para compra da Hub Prepaid

    O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira a compra da Hub Prepaid pelo Magazine Luiza, sem...

    O presidente do Banco do Brasil, André Brandão, colocou o cargo à disposição do presidente da República Jair Bolsonaro na tarde desta sexta-feira segundo o jornal O Globo. Já de acordo com o jornal Valor Econômico, que confirmou com fontes do palácio do Planalto, a decisão de Brandão, realmente aconteceu.

    No entanto, o Banco do Brasil afirmou em fato relevante ao que não houve pedido formal de renúncia nesta data envolvendo o seu presidente André Guilherme Brandão.

    Procurado pela EXAME, o Banco do Brasil preferiu não comentar o caso.

    Após o fechamento do mercado, na noite desta sexta-feira, a empresa emitiu um fato relevante à Comissão de Valores Mobiliários em referência às notícias que afirmam sobre a demissão do presidente.

    A decisão acontece após Brandão e Bolsonaro se desentenderam no início do ano, após o plano de demissão voluntária e redução de agências do Banco do Brasil se tornarem públicos. Na época, o chefe do Executivo tentou tirar Brandão do cargo, mas mudou de ideia após conversas com sua equipe econômica.

    O plano de demissões previa o fechamento de 112 agências e o desligamento de 5 mil funcionários.

    Nesta sexta, as ações do banco caíram mais de 5%. Como é uma empresa de economia mista, com ações abertas na bolsa, o Banco precisa divulgar a renúncia do presidente em fato relevante à Comissão de Valores Mobiliários, o que ainda não aconteceu.

    A saída de André Brandão acontece após Bolsonaro afirmar que faria mais mudanças em seu governo após a repercussão ruim no mercado financeiro, e entre analistas, da troca do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco.

    No início da semana, Brandão teve uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, quando manifestou o desconforto em permanecer no cargo, depois dos rumores de que Bolsonaro queria substitui-lo. Foi pedido a ele, segundo fontes palacianas, que permaneça à frente do BB por mais um tempo até que se encontre um substituto.

    Entre os nomes cogitados para substituir Brandão estão o presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa, o secretário-executivo do Ministério da Cidadania, Antônio Barreto e o presidente do BNDES, Gustavo Montezano.

    Fonte: Exame

    Serviços

    Últimas Notícias

    Bolsonaro promete a Biden zerar desmatamento ilegal até 2030

    Em busca de dinheiro dos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro enviou uma carta a seu homólogo Joe Biden...

    IPO da Blau atrai fundos globais e companhia vale R$ 7,2 bi na largada

    A Blau Farmacêutica acaba de precificar seu IPO a R$ 40,14 por ação, dando ao mercado mais uma alternativa...

    Veja outras matérias