segunda-feira, janeiro 18, 2021
Outros

    Bolsonaro justifica alta na conta de luz com nível de represas e risco de apagões

    Em Destaque

    Grupo canadense anuncia fim das negociações com Carrefour

    O grupo canadense Couche-Tard anunciou neste sábado (16) que as discussões preliminares para uma transação com o...

    Juro e dólar subirão se Brasil não fizer reforma em 6 meses, diz economista

    O Brasil tem seis meses para realizar reformas para equilibrar as contas públicas. Caso isso não ocorra,...

    Líderes do Congresso vão propor mudanças na política de incentivo fiscal

    A saída da Ford do país levou um grupo de líderes da Câmara a começar a construção...

    Ao justificar o aumento na conta de luz, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou via redes sociais nesta terça-feira, 1º de dezembro, que o país corre o risco de ter apagões.

    Em resposta a um comentário em sua página oficial no Facebook, o chefe do Executivo ressaltou que “as represas estão em níveis baixíssimos” e que o período de chuvas ainda não veio. A fala foi direcionada ao comentário de um usuário que disse: “A conta de luz vai aumentar. Obrigado PR.”

    Na segunda-feira, 30, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a retomada do sistema de bandeiras tarifárias na conta de luz a partir desta terça. Por conta da pandemia da covid-19, o mecanismo havia sido suspenso em maio.

    A agência havia acionado a bandeira verde, sem cobrança de taxa extra, até o fim deste ano, mas a decisão foi revisada na segunda-feira, para a vermelha patamar dois.

    “As represas estão níveis baixíssimos. Se nada fizermos poderemos ter apagões. O período de chuvas, que deveriam começar em outubro, ainda não veio. Iniciamos também campanha contra o desperdício”, escreveu Bolsonaro.

    De acordo com a Aneel, não é possível manter a bandeira verde nas atuais condições. Agora, as tarifas terão bandeira vermelha em seu segundo patamar, com uma taxa extra de R$ 6,243 a cada 100 kWh.

    A justificativa relacionada à seca também foi apresentada pelo diretor da Aneel, Efrain Pereira da Cruz. Ele destacou “afluências críticas” nos principais reservatórios do País, no Sudeste e Centro-Oeste, além do Sul, e deterioração nos meses de outubro e novembro.

    A situação já implicou no acionamento de termelétricas, o que pressionou o custo de geração de energia no País, que desde setembro já retomou o consumo de energia no patamar pré-pandemia.

    Estadão Conteúdo

    Serviços

    Profiting faz Road Show para captar 20 Milhões.

    O recurso será investido em empresas associadas visando crescimento em vendas e aumento de produção. O mercado de aquisições...

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Últimas Notícias

    Sem aglomeração e sem carbono: esta empresa faz shows serem amigáveis ao meio ambiente

    A economia de baixo carbono deixou de ser uma intenção exclusiva das grandes empresas e invadiu o...

    Vacinação, posse de Biden, PIB da China e Copom: o que acompanhar nesta semana

    Após a preocupação voltar a bater no mercado, com o Ibovespa em queda nos últimos dias, esta...

    Veja outras matérias