terça-feira, setembro 22, 2020
Outros

    Furacão Sally ganha força e se aproxima dos Estados Unidos

    Em Destaque

    Brasil recebe cota adicional para vender 80 mil toneladas de açúcar aos EUA, diz Bolsonaro

    O presidente Jair Bolsonaro anunciou em rede social, nesta segunda-feira (21), que o Brasil vai receber uma...

    Vulcabras fecha acordo com Alpargatas para comprar operação da Mizuno no Brasil

    A Vulcabras fechou acordo com a Alpargatas para a compra da unidade de negócio relativa à operação...

    Mercado eleva estimativa para inflação em 2020 pela 6ª vez

    O mercado voltou a elevar a expectativa para a inflação este ano em meio às renovadas preocupações...

    O furacão Sally atingiu a costa central do Golfo do México nesta segunda-feira, 14, enquanto milhares de pessoas se preparavam para chuvas fortes e enchentes potencialmente fatais em uma área que engloba partes dos Estados da Louisiana, do Mississippi, do Alabama e da Flórida, nos Estados Unidos. O fenômeno provoca ventos de 160 quilômetros por hora e foi elevado para a categoria 2, em uma escala que vai até 5. O furacão deve atingir a fronteira entre Mississippi e Alabama na quarta-feira, 16, de acordo com o Centro Nacional de Furacões (NHC).

    Meteorologistas disseram que a tempestade pode resultar em chuva volumosa ao longo dos dias na costa central do Golfo e esperam que o Sally possa desencadear uma onda de tempestades no delta do Rio Mississippi, na Louisiana, até a região do Panhandle, na Flórida, provocando enchentes com risco de mortes.

    Até a noite desta segunda, a tempestade estava se movendo lentamente sobre as águas quentes do Golfo, que podem acelerar o seu fortalecimento. As prefeituras de Nova Orleans e Biloxi já pediram que os residentes permaneçam em casa durante as enchentes e alertaram para ocorrência de chuvas volumosas e tempestades fortes.

    O furacão levou as empresas de energia a interromperem parte da produção de petróleo no Golfo do México nesta segunda. A produção de petróleo na região foi reduzida em cerca de 21%, o equivalente a 396.000 barris por dia, disse o Conselho de Segurança e Fiscalização Ambiental, enquanto a de gás natural foi paralisada em cerca de 25,3%.

    A Royal Dutch Shell PLC disse que reduziu parte da produção em suas plataformas Olympus, Mars e Appomattox, enquanto a Chevron Corp. evacuou e fechou suas plataformas Blind Faith e Petronius. A BP PLC disse que evacuou pessoal não essencial das plataformas Na Kika e Thunder Horse.

    O Louisiana Offshore Oil Port, um dos maiores terminais de exportação de petróleo do país, suspendeu as operações marítimas de acordo com seu site. A Phillips 66 disse que começou a fechar sua Refinaria Alliance ao sul de Nova Orleans no fim de semana. A Valero Energy Corp. disse que estava avaliando as operações da refinaria.

    A Administração Oceânica e Atmosférica Nacional disse que nesta temporada, de junho a novembro, espera a ocorrência de até 10 furacões – dos quais três a seis devem ser classificados como uma tempestade de categoria 3 ou superior a 3. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Estadão Conteúdo

    Serviços

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Pré Auditoria

    A Profiting, utiliza o serviço de Pré Diligência, como procedimento básico para qualquer negociação de venda de uma empresa cliente. Com foco...

    Últimas Notícias

    Magazine Luiza e Sebrae vão expandir parceria que qualifica pequenos negócios para atuar em e-commerce

    O Magazine Luiza (MGLU3) e o Sebrae vão expandir a parceria para todo o país. Atualmente com...

    Creditas entra na briga pelo mercado de benefícios corporativos

    O mercado de benefícios corporativos ganha um competidor de peso nesta segunda-feira, 21. A fintech , conhecida...

    Veja outras matérias