quinta-feira, dezembro 3, 2020
Outros

    Ipea eleva previsão para o crescimento do PIB agropecuário em 2020

    Em Destaque

    Plano nacional de imunização só sai depois da vacina aprovada pela Anvisa

    O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, disse nesta terça-feira, 1, que...

    Bolsonaro justifica alta na conta de luz com nível de represas e risco de apagões

    Ao justificar o aumento na conta de luz, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou via redes...

    Ricos precisam pagar mais imposto para desigualdade cair, diz estudo

    As propostas da equipe econômica do governo Jair Bolsonaro (sem partido) para criar um novo programa social...

    O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) elevou para 1,9% a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária brasileira em 2020. A projeção anterior era de alta de 1,6%, informou o órgão nesta quinta-feira (22).

    A revisão veio após o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) traçarem expectativas mais positivas para as lavouras do país.

    A soja e o café são as duas principais culturas que contribuíram para o aumento da projeção.

    A safra de soja, por exemplo, teve seu crescimento revisado de 6,6% para 7,0%. Já no caso do café, a estimativa de alta para a produção foi subiu de 19,4% para 21,5%.

    Além do ano ser favorecido pela bienalidade positiva do café, em especial da variedade arábica, o clima é um dos fatores que tem contribuído para o bom resultado da cultura este ano.

    Com isso, no total, o Ipea prevê crescimento de 3,9% para as lavouras.

    Já as expectativas para a pecuária são negativas. O instituto estima queda de 1,5% para o setor, devido à forte queda da produção de carne bovina este ano.

    Por outro lado, o Ipea afirma que o setor começou a se recuperar a partir do terceiro trimestre de 2020, com a produção média passando a ficar acima do patamar pré-Covid, nos primeiros três meses do ano.

    “Dessa forma, projeta-se que, já no quarto trimestre, a queda interanual da produção de carne bovina deve ser menor, fechando o ano com recuo de 4,3%. Há expectativa de desempenho positivo nos segmentos de suínos (+ 7,8%), ovos (+3,2%) e leite (+0,2%)”, afirma o instituto.

    As projeções para 2021 também foram revistas. A estimativa de crescimento do PIB agropecuário caiu de 2,4% para 2,1%, por conta das estimativas mais otimistas para as safras de soja e de milho deste ano.

    Isso acaba aumentando a base de comparação e é um indicativo de que, devido ao cenário mais favorável, parte da produção dessas culturas deverão ser antecipadas do início de 2021 ano para o final de 2020.

    Fonte: G1

    Serviços

    Novety surfa na onda do aumento do consumo de cosméticos durante a pandemia e cresce com revendedoras e e-commerce

    O mercado de beleza e cosméticos no Brasil movimentou mais de US$ 30 bilhões no último ano e foi um dos poucos...

    Startup desenvolve pomadas cicatrizantes para psoríase e dermatites e agora busca licenciar fórmula para laboratórios e grandes redes de farmácia

    Mecânico e professor universitário desenvolveram projeto em Viçosa.Com dívidas, parceiros quase desistiram, mas atraíram investidores. Popularmente conhecido como um...

    Profiting faz Road Show para captar 20 Milhões.

    O recurso será investido em empresas associadas visando crescimento em vendas e aumento de produção. O mercado de aquisições...

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Últimas Notícias

    Novety surfa na onda do aumento do consumo de cosméticos durante a pandemia e cresce com revendedoras e e-commerce

    O mercado de beleza e cosméticos no Brasil movimentou mais de US$ 30 bilhões no último ano...

    Startup desenvolve pomadas cicatrizantes para psoríase e dermatites e agora busca licenciar fórmula para laboratórios e grandes redes de farmácia

    Mecânico e professor universitário desenvolveram projeto em Viçosa.Com dívidas, parceiros quase desistiram, mas atraíram investidores.

    Veja outras matérias