sexta-feira, abril 16, 2021
Outros

    Itaú recebe sinal verde para aumentar participação em braço da Energisa

    Em Destaque

    Governo estima rombo de R$ 170,5 bi em 2022 e vê 11 anos de contas no vermelho

    No projeto que estabelece as diretrizes para o Orçamento de 2022, enviado ao Congresso nesta quinta-feira (15), o governo...

    Hering rejeita proposta de compra pela Arezzo

    A Hering decidiu, em reunião nesta quarta-feira, 14, negar a proposta feita pela Arezzo de combinar os negócios das...

    Magazine Luiza recebe aval do Cade para compra da Hub Prepaid

    O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira a compra da Hub Prepaid pelo Magazine Luiza, sem...

    O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições uma ampliação da participação do banco Itaú Unibanco na Energisa Participações Minoritárias (EPM), uma subsidiária do Grupo Energisa — holding formada por empresas do setor de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia elétrica. No início de fevereiro, advogados dos dois grupos entraram com um processo para garantir a anuência do órgão antitruste, a qual veio rápido. Na sexta-feira, 26 de fevereiro, a superintendente-geral substituta, Patrícia Morita Sakowski, aprovou sem restrições a ampliação da participação do Itaú no capital da Energisa.

    O banco investe diretamente no Grupo Energisa (com 5,66% do capital, segundo documentos enviados em 22 de fevereiro à B3) e também indiretamente, por meio da empresa Gipar, controlada pela família Botelho. O Itaú precisou mobilizar o Cade devido a eventualidade de elevar sua participação acima de 20% na EPM. Segundo porta-vozes da Energisa, o banco elevou sua participação de 14,7% para 17,2%.

    Fonte: Veja

    Serviços

    Últimas Notícias

    Bolsonaro promete a Biden zerar desmatamento ilegal até 2030

    Em busca de dinheiro dos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro enviou uma carta a seu homólogo Joe Biden...

    IPO da Blau atrai fundos globais e companhia vale R$ 7,2 bi na largada

    A Blau Farmacêutica acaba de precificar seu IPO a R$ 40,14 por ação, dando ao mercado mais uma alternativa...

    Veja outras matérias