quinta-feira, outubro 22, 2020
Outros

    Mercado eleva estimativa para inflação em 2020 pela 6ª vez

    Em Destaque

    Diretora do BC reitera impacto de crise climática para política monetária

    Eventos climáticos extremos têm se tornado mais frequentes no mundo, com possibilidade de afetar as decisões da...

    Na 2ª alta seguida, arrecadação de impostos avança 1,97% em setembro e atinge R$ 119,8 bi

    A Receita Federal informou nesta quarta-feira (21) que a arrecadação de impostos, contribuições e demais receitas federais...

    Recorde na B3: vendas de ações em 2020 já somam R$ 106 bilhões

    O ano de 2020 ainda nem terminou, é verdade. Mas, até os mais conservadores já podem se...

    O mercado voltou a elevar a expectativa para a inflação este ano em meio às renovadas preocupações sobre a alta dos preços, ao mesmo tempo em que melhorou mais uma vez a perspectiva para a economia, de acordo com a pesquisa Focus divulgada pelo Banco Central nesta segunda-feira.

    O levantamento semanal apontou que a expectativa para a alta do IPCA em 2020 agora é de 1,99%, contra 1,94% na semana anterior e meta de 4%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos. Foi a sexta semana seguida em que houve aumento da projeção.

    Os Índices Gerais de Preços (IGP) vêm mostrando forte salto dos preços no atacado, o que preocupa o mercado em geral, deixando-o de olho na reação do BC, que divulgará a ata de sua última reunião de política monetária na terça-feira.

    Para 2021, a expectativa para a inflação permaneceu em 3,01%. Para o ano que vem o centro da meta oficial é de 3,75%, também com margem de tolerância de 1,5 ponto.

    Para o Produto Interno Bruto (PIB), os especialistas consultados passaram a projetar contração de 5,05% este ano, de queda de 5,11% na semana anterior. A perspectiva de crescimento de 3,5% em 2021 permanece inalterada.

    Sobre a política monetária, continua o cenário de Selic a 2,0% este ano e a 2,50% em 2021. O Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, continua vendo a taxa básica de juros a 2,0% ao final de ambos os anos.

    Na semana passada, o BC manteve a Selic na mínima histórica de 2,0%, sinalizou manutenção por um período prolongado, mas não fechou completamente a porta para novo afrouxamento monetário.

    Fonte: Exame

    Serviços

    Investimento em Empresas

    O mercado de aquisições de empresas está bem ativo e atraente considerando dois aspectos: O Dólar alto e a SELIC baixa.

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Últimas Notícias

    Startup do Carrefour reduz desperdício e ajuda a economizar até R$ 2 mi

    O Cybercook poderia ser apenas mais um site de receitas. Mas, adquirido pela rede de supermercados Carrefour...

    O que está por trás das compras da Stone?

    Nos últimos anos, a Stone comprou diversas startups, como a Vitta, de planos de saúde, e a...

    Veja outras matérias