quarta-feira, janeiro 19, 2022
Outros

    Netflix prepara série documental sobre a boate Kiss

    Em Destaque

    O incêndio na boate Kiss, que matou 242 pessoas em janeiro de 2013, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, será tema de série documental da Netflix. A produção começa a ser gravada em 2022 e é baseada no livro “Todo dia a mesma noite” (editora Intrínseca), da jornalista Daniela Arbex.

    A minissérie será dirigida pela cinesta Júlia Rezende, que já dirigiu episódios da série “Coisa mais linda” e os filmes “Depois a louca sou eu” e “De pernas pro ar”. O roteiro é de Gustavo Lipsztein, também da equipe de “Depois a louca sou eu” e de “Polícia Federal: A Lei é para Todos”.

    “Todo dia a mesma noite” foi lançado em 2018 e reconstrói a tragédia a partir de depoimentos dos sobreviventes, familiares de vítimas, equipes de resgate envolvidas.

    Réus no tribunal

    O julgamento de quatro réus pela morte de 242 pessoas na Boate Kiss, em janeiro de 2013, começa nesta quarta-feira na 1ª Vara do Júri de Porto Alegre e a previsão é que dure cerca de 15 dias. Elissandro Callegaro Spohr, 38 anos, e Mauro Lodeiro Hoffmann, 56 anos, eram sócios do estabelecimento. Outros dois réus são o músico Marcelo de Jesus dos Santos, 41 anos, da banda Gurizada Fandangueira, e Luciano Augusto Bonilha Leão, 44 anos, produtor musical e auxiliar de palco da banda, que se apresentava no dia do incêndio. Todos responderão por 242 homicídios simples, além de 636 tentativas de homicídio.

    O caso

    Em 27 de janeiro de 2013, a boate Kiss pegou fogo após o vocalista da banda que se apresentava no local acender um artefato pirotécnico no interior do estabelecimento. Faíscas incendiaram a espuma que revestia a casa noturna para fazer o isolamento acústico. Com o incêndio, gases tóxicos foram liberados motivando a maioria das mortes, segundo a perícia. A casa noturna não possúia saídas de emergência e extintores na validade. Seguranças ainda impediram que parte das vítimas saísse, a mando dos donos, para que pagassem as contas.

    Fonte: O Globo

    Fusões e Aquisições

    Últimas Notícias

    Os fundos imobiliários mais rentáveis de 2021. E o que eles têm em comum

    Os fundos imobiliários (FIIs) tiveram mais um ano de perdas em 2021. O iFix, índice do segmento, encerrou o...

    Vyttra fatura R$ 300 mi com exames de covid e está pronta para autotestes

    Fabricante brasileira de exames de covid vai investir R$ 60 milhões em 2022 e prepara testes rápidos para detectar...

    Veja outras matérias