sexta-feira, abril 23, 2021
Outros

    Petrobras aumenta preço da gasolina em 5% nas refinarias

    Em Destaque

    Motoristas de apps se opõem à fusão entre Localiza e Unidas

    Uma das fusões mais importantes em análise pelas autoridades concorrenciais neste ano, a união das locadoras de veículos Localiza...

    Locaweb faz aquisição de empresa de software de gestão por R$ 524 milhões

    A Locaweb, líder em hospedagem de sites no Brasil, anunciou a aquisição da empresa gaúcha de softwares de gestão...

    Biden deve anunciar aumento de impostos sobre ganhos de capital para 43,4%, quase o dobro do valor atual

    Após a apresentação do pacote de infraestrutura de US$ 2,3 trilhões, o presidente dos Estados Unidos Joe Biden deve...

    Cinco dias depois do último reajuste, a Petrobras anunciou nesta terça-feira um aumento médio nos preços da gasolina de 5%, ou R$ 0,0794 por litro, que entra em vigor a partir desta quarta-feira nas refinarias e bases de entrega da companhia.

    O óleo diesel não sofreu mudanças de preços.

    Este é o nono reajuste de preços na gasolina pela companhia desde o mês passado, acompanhando a ligeira recuperação dos preços internacionais do petróleo, após terem sido derrubados nos meses de abril e maio por conta da pandemia da Covid-19.

    O petróleo tipo Brent, usado como referência mundial, está sendo negociado nesta terça a US$ 43,30 o barril, depois de ter sido cotado abaixo de US$ 20. Já o WTI, negociado no mercado americano, é cotado a US$ 40,70 o barril.

    No ano, até junho, a Petrobras promoveu doze reduções de preços na gasolina. Até o último reajuste na semana passada, o combustível acumulava ainda uma redução de 17,8% nas refinarias.

    Fonte: IG

    Serviços

    Últimas Notícias

    Incertezas e dólar podem ter pesado contra permanência da maior cimenteira do mundo no Brasil

    A produtora de cimento LafargeHolcim decidiu deixar o país em um momento de recuperação do setor após a forte...

    Dólar tem maior sequência de quedas desde 2016: até onde vai?

    O dólar sofreu nesta quinta-feira, 22, a maior queda desde o fim de março, e fechou no menor patamar...

    Veja outras matérias