segunda-feira, março 1, 2021
Outros

    Preço do combustível ‘não é caro nem barato, é o preço de mercado’, diz presidente da Petrobras

    Em Destaque

    Investimento é o menor em 53 anos, e Brasil corre risco de tudo piorar

    Se o Brasil não começar rapidamente a aumentar o volume de investimentos, o país terá uma década perdida, com...

    Reforma pode beneficiar milhares de imigrantes brasileiros nos Estados Unidos

    Apresentada ao Congresso na semana passada, a ambiciosa proposta de reforma migratória do presidente Joe Biden pode beneficiar milhares...

    Com fusão aprovada, o que observar ao investir em Hapvida e Intermédica

    O acordo para a criação do segundo maior grupo de saúde do país, unindo Hapvida (HAPV3) e NotreDame Intermédica...

    O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, defendeu nesta quinta-feira (28) a política de preços da estatal e afirmou que o preço dos combustíveis no Brasil “não é caro nem barato, é preço de mercado”.

    Em evento virtual do banco Credit Suisse, Castelo Branco disse que a companhia não será a “vilã dos preços” e que monopólio significa “desestímulo à eficiência”, o que implica risco.

    “Constantemente, grupos de pressão recorrem aos políticos para intervir para que o governo faça uma interferência nos preços de combustíveis vendidos pela Petrobras. Todo mundo sabe onde bater: ‘Vamos bater à porta da Petrobras, o grande vilão é a Petrobras’. A Petrobras não será mais vilã”, afirmou.

    Segundo o executivo, a Petrobras pratica hoje preços internacionais. “É extremamente importante para retirar os riscos e para atração de investimentos para o Brasil”, declarou.

    Para ele, a discussão sobre o preço de combustíveis é como a de futebol.

    “Tem uns que acham que a Petrobras cobra preços muito elevados e tem outros que acham que a Petrobras cobra preços predatórios. Isso é que nem discussão de futebol”, disse.

    “Nós adotamos como política ser pacientes e cautelosos. Nós não vamos jogar o preço para cima ou para baixo diante de um núcleo de volatilidade. Precisamos acompanhar o mercado ”, completou.

    Fonte: G1

    Serviços

    Últimas Notícias

    Com fusão aprovada, o que observar ao investir em Hapvida e Intermédica

    O acordo para a criação do segundo maior grupo de saúde do país, unindo Hapvida (HAPV3) e NotreDame Intermédica...

    Bitcoin: como a enorme energia gasta pode fazer a ‘bolha’ das criptomoedas explodir

    Todos nós já ouvimos as histórias dos novos milionários por causa do bitcoin. Elon Musk está entre os últimos...

    Veja outras matérias