sábado, dezembro 4, 2021
Outros

    Prêmio Nobel de Literatura vai para escritor da Tanzânia Abdulrazak Gurnah

    Em Destaque

    Distinção foi anunciada pelo Comitê do Nobel para escritor pelo seu trabalho sobre os efeitos do colonialismo e o destino de refugiados, ‘presos no golfo entre culturas e continentes’.O Prêmio Nobel de Literatura de 2021 será entregue ao escritor da Tanzânia Abdulrazak Gurnah “por seu mergulho rigoroso e compassivo nos efeitos do colonialismo e no destino de refugiados presos no golfo entre culturas e continentes”, segundo anúncio do Comitê da honraria em Estocolmo.

    Gurnah nasceu na ilha de Zanzibar em 1948, mas fugiu para a Inglaterra nos anos 1960. Até sua aposentadoria recente, foi professor de Inglês e Literatura Pós-Colonial na Universidade de Kent, em Canterbury.

    A obra de Gurnah engloba dez romances, incluindo Paradise (Paraíso), que ficou entre os finalistas dos prêmios Booker e Whitbread de Literatura em 1994.

    A Academia Sueca citou sua “dedicação à verdade e sua aversão à simplificação”, acrescentando que suas obras “evitam descrições estereotipadas e abrem nosso olhar para uma África Oriental culturalmente diversa e com a qual muitas outras partes do mundo não estão familiarizadas”.

    O Nobel de Literatura é conhecido por ser difícil de prever e já foi entregue a poetas, autores de romances e até ao músico Bob Dylan. Este ano, foram considerados favoritos o queniano Ngugi wa Thiong’o, a escritora francesa Annie Ernaux, o autor japonês Haruki Murakami, a canadense Margaret Atwood, autora da obra transformada em série O Conto da Aia, e Jamaica Kincaid, escritora de Antigua e Barbuda radicada nos Estados Unidos.

    Em 2020, a poeta americana Louise Glück recebeu o Nobel por sua “voz poética inconfundível que, com beleza austera, transforma a existência individual em universal”, segundo os juízes.

    Glück foi uma escolha popular após vários anos de controvérsias. Em 2018, o Nobel de Literatura foi adiado após alegações de abusos sexuais terem abalado a Academia Sueca, que escolhe os vencedores.

    Em 2019, a entrega do prêmio ao escritor austríaco Peter Handke causou protestos devido ao reiterado apoio que ele expressou à Sérvia durante os conflitos nos Bálcãs, nos anos 1990.

    Na sexta-feira (08/10), será anunciado o vencedor do prestigioso Prêmio Nobel da Paz. Na segunda-feira (11/10), ficará conhecido o trabalho vencedor do Prêmio Nobel de Economia.

    Os Prêmios Nobel são habitualmente entregues no dia 10 de dezembro, aniversário da morte do criador da honraria, Alfred Nobel. Este ano, devido à pandemia, deverão ser entregues em cerimônias organizadas próximo ao local de moradia dos premiados e os eventos deverão ser transmitidos pela Internet.

    Fonte: Terra

    Fusões e Aquisições

    Últimas Notícias

    Alexandre Saigh: “IPOs só no fim de 2022 ou 2023”

    Numa tacada que consolidou a maior gestora de private equity, infraestrutura e crédito da América latina, o Pátria acaba...

    Migração do Inter à Nasdaq fica para depois

    Pedidos de resgate ficaram acima dos R$ 2 bilhões que o banco digital havia estipulado como limite A migração do...

    Veja outras matérias