sábado, outubro 24, 2020
Outros

    Reestruturação da XP Inc é inevitável, e Credit Suisse reforça cautela com ação

    Em Destaque

    Desemprego diante da pandemia bate recorde no Brasil em setembro, aponta IBGE

    O desemprego diante da pandemia do novo coronavírus bateu recorde em setembro, apontam os dados divulgados nesta...

    Arezzo anuncia compra de rede de moda Reserva em operação de R$ 715 milhões

    A Arezzo anunciou nesta sexta-feira (23) que seu conselho de administração aprovou acordo de combinação de negócios...

    Governo anunciará 2 mil simplificações trabalhistas, diz Guedes

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo anunciará em “uma ou duas semanas” a...

    A XP Inc (XP) anunciou uma reestruturação da parceria com sua controladora XP Controle, que, segundo a empresa, tem como propósito adequar a remuneração aos objetivos de longo prazo da companhia.

    A XP Controle atualmente possui 53% dos votos da XP Inc (22% do capital total). A controladora tem 350 parceiros, que estão na empresa desde antes do IPO, incluindo os seis parceiros-chave.

    De acordo com os termos da reestruturação, a XP Controle comprará de volta as ações preferenciais desses 350 sócios, com exceção dos seis sócios principais (Bernardo Amaral, Bruno Constantino, Carlos Alberto Ferreira, Fabrício Almeida, Gabriel Leal e Guilherme Sant’Anna), que atualmente detêm ações ordinárias.

    O pagamento será financiado com liquidez na XP Controle e dividendos da XP Inc.

    Para o Credit Suisse, em relatório enviado a clientes nesta sexta-feira, a mudança faz muito sentido, alinhando o esquema de remuneração dos parceiros pré-IPO como remuneração de novos sócios.

    Os analistas do banco conversaram com o CFO da XP, Bruno Constantino, para entender mais o processo.

    Segundo ele, a necessidade de mudar e alinhar a estrutura de remuneração com a dos novos parceiros já haviam sido comunicados no momento do IPO e, portanto, foi amplamente esperado.

    Constantino também destacou que a nova estrutura só vem para reforçar a cultura de meritocracia da XP.

    “Para os parceiros, o grande benefício, em nossa visão, é ser capaz de monetizar imediatamente sua posição atual no XP Controle e receber compensação extra”, disse o banco.

    O Credit Suisse manteve a recomendação neutra, com preço-alvo de US$ 40.

    Fonte: Money Times

    Serviços

    Investimento em Empresas

    O mercado de aquisições de empresas está bem ativo e atraente considerando dois aspectos: O Dólar alto e a SELIC baixa.

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Últimas Notícias

    Economia repassará R$ 60 mi para Meio Ambiente combater queimadas

    O Ministério da Economia informou hoje (23) que repassará R$ 60 milhões para o Ministério de Meio...

    Streaming da Amazon cresce mais do que a Netflix, diz pesquisa

    O Amazon Prime Video foi o serviço que mais cresceu durante a pandemia do novo coronavírus. Ao...

    Veja outras matérias