quinta-feira, maio 6, 2021
Outros

    Toyota compra divisão de carros autônomos da Lyft por US$ 550 milhões

    Em Destaque

    “Há muitos Mercados Livres para nascer na AL”, diz Nicolas Szekasy, do Kaszek

    Quando os argentinos Nicolas Szekasy e Hernan Kazah deixaram o Mercado Livre, empresa que tinham cofundado, para criar a...

    Bradesco espera perder receita com Pix e WhatsApp Pay, mas tem substituto

    A chegada da ferramenta de transferências de dinheiro via WhatsApp , assim como o Pix , vai 'morder' um pedaço da...

    Companhia low-cost de fundador da Azul fecha acordo com Embraer

    A Breeze Airways – companhia criada pelo fundador da Azul – assinou um contrato com a Embraer para fazer...

    A Toyota anunciou na segunda-feira, 26, que está finalizando o acordo de compra do setor de desenvolvimento de carros autônomos da Lyft, a Level 5, pelo valor de 500 milhões de dólares. A compra deve ser será concluída já no terceiro trimestre deste ano.

    Foi estipulado que 200 milhões de dólares devem ser pagos à vista pela montadora japonesa, e o restante será quitado ao longo dos próximos cinco anos.

    Os funcionários da Level 5 já tem um destino certo: serão incorporados pela Woven Planet, subsidiária criada em janeiro pela Toyota para focar no desenvolvimento de tecnologia para veículos conectados.

    O acordo também estabelece que a Toyota usará os dados sobre transporte da Lyft para qualquer serviço comercial relacionado a carros autônomos que seja lançado através da subsidiária.

    Essa não é a primeira movimentação de venda das divisões de carros autonômos iniciadas por inovadores do Vale do Silício. Em novembro, a Uber abandou um projeto do tipo e o vendeu por 4 bilhões de dólares para a Startup Aurora, que está dando continuidade às pesquisas.

    O Google também não aparenta estar muito contente com os resultados da Waymo, a divisão da Alphabet que cuida dos veículos sem condutor. Com testes mais tímidos dos veículos ocorrendo no Arizona e Califórnia, no início de abril, o CEO da Waymo John Krafcik deixou o cargo para permanecer como conselheiro da empresa. Em seu lugar, o Google colocou dois executivos de alto-escalão da companhia: Tekedra Mawakana, chefe de operações, e Dmitri Dolgov, chefe de tecnologia.

    Fonte: Exame

    Serviços

    Últimas Notícias

    Xiaomi traz ao Brasil seu 30º smartphone em dois anos

    A chinesa Xiaomi traz ao Brasil a partir de hoje dois novos smartphones chamados Redmi Note 10 Pro e...

    Marcas europeias ameaçam boicotar produtos do Brasil devido a política ambiental

    O Projeto de Lei (PL) 510/21, que altera regras de regularização fundiária em terras da União e do Incra...

    Veja outras matérias