sábado, outubro 24, 2020
Outros

    Vulcabras fecha acordo com Alpargatas para comprar operação da Mizuno no Brasil

    Em Destaque

    Desemprego diante da pandemia bate recorde no Brasil em setembro, aponta IBGE

    O desemprego diante da pandemia do novo coronavírus bateu recorde em setembro, apontam os dados divulgados nesta...

    Arezzo anuncia compra de rede de moda Reserva em operação de R$ 715 milhões

    A Arezzo anunciou nesta sexta-feira (23) que seu conselho de administração aprovou acordo de combinação de negócios...

    Governo anunciará 2 mil simplificações trabalhistas, diz Guedes

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo anunciará em “uma ou duas semanas” a...

    A Vulcabras fechou acordo com a Alpargatas para a compra da unidade de negócio relativa à operação da marca Mizuno no Brasil, pela qual pagará R$ 32,5 milhões, de acordo com fato relevante das duas companhias divulgado nesta segunda-feira (21).

    A unidade compreende os ativos (excluindo os industriais) e as atividades de comercialização dos produtos Mizuno (incluindo e-commerce e as lojas operados exclusivamente sob a marca), bem como a relação contratual com a Mizuno Corporation.

    Com a conclusão do negócio, a Vulcabras informou que celebrará um contrato de licenciamento e poderá produzir no país produtos da marca Mizuno, incluindo calçados, vestuários e acessórios, e comercializar os produtos diretamente ao consumidor, através de lojas próprias e do portal www.mizuno.com.br, por um “prazo que será superior a 10 anos”.

    A estrutura de pagamento prevê que os recebíveis não serão transferidos para a Vulcabras, enquanto a Vulcabras irá pagar o valor estimado de R$ 32,5 milhões, sendo R$ 10 milhões até o fechamento da operação e o valor remanescente em até 5 dias úteis após a determinação do valor final, ajustado pelo estoque a ser apurado no momento do fechamento do negócio.

    “O fechamento da operação está sujeito ao cumprimento de determinadas condições precedentes, incluindo a segregação de tal unidade de negócio em uma nova sociedade, a assinatura entre Vulcabras e Mizuno Corporation de um contrato de distribuição e a aprovação da operação junto ao Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência, e apenas acontecerá após o cumprimento destas”, disse a Alpargatas.

    Ainda segundo a Alpargatas, a avaliação base do negócio é de aproximadamente R$ 200 milhões, fundamentada no montante de seu capital de giro.

    Segundo a Vulcabras, enquanto operado pela Alpargatas, o negócio Mizuno teve receita operacional líquida de aproximadamente R$ 444 milhões no exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2019. O portifólio atual de marcas da Vulcabras inclui Azaleia, Olympikus e Under Armour.

    A Alpargatas informou que a operação está em linha com o planejamento estratégico da companhia que prioriza a expansão global, digital e de portfólio das marcas Havaianas e Osklen.

    Fonte: G1

    Serviços

    Investimento em Empresas

    O mercado de aquisições de empresas está bem ativo e atraente considerando dois aspectos: O Dólar alto e a SELIC baixa.

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Últimas Notícias

    Economia repassará R$ 60 mi para Meio Ambiente combater queimadas

    O Ministério da Economia informou hoje (23) que repassará R$ 60 milhões para o Ministério de Meio...

    Streaming da Amazon cresce mais do que a Netflix, diz pesquisa

    O Amazon Prime Video foi o serviço que mais cresceu durante a pandemia do novo coronavírus. Ao...

    Veja outras matérias