quinta-feira, março 4, 2021
Outros

    WhatsApp adia início de sua nova política de privacidade

    Em Destaque

    Brasil sai de lista das 10 maiores economias do mundo e cai para a 12ª posição, aponta ranking

    Com o tombo histórico de 4,1% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2020, o Brasil saiu do ranking das...

    Descontrole da pandemia, risco fiscal, populismo econômico e dólar forte: as 4 incertezas da economia em 2021

    Várias incertezas pairam sobre o Brasil e já começam a minar as expectativa para a retomada da economia brasileira...

    Bancos propõem compra do controle da Empiricus e da Vitreo

    O grupo que comanda a casa de research Empiricus e a corretora Vitreo está no meio de um processo...

    O WhatsApp anunciou nesta sexta-feira (15) que irá adiar o início de sua nova política de privacidade para 15 de maio – a data anterior era 8 de fevereiro.

    Desde a quarta (6) passada, o aplicativo vem avisando as pessoas sobre os novos termos, que prevê o compartilhamento de novos dados com o Facebook.

    A extensão do prazo servirá para que as pessoas “tenham mais tempo de entender a política”, segundo o aplicativo.

    A nova data também coincide com as mudanças que vão acontecer na coleta de dados em conversas com contas comerciais, aquelas usadas por empresas. A partir de agora, o Facebook vai oferecer hospedagem de mensagens para as companhias.

    A novidade foi anunciada em outubro e a nova política de privacidade aborda com mais detalhes as interações com empresas.

    O anúncio de novidades na política de privacidade gerou desconfiança entre usuários – aplicativos concorrentes como o Telegram e o Signal foram baixados milhões de vezes desde que a notificação surgiu para usuários do WhatsApp.

    A repercussão fez com que o WhatsApp se manifestasse, reforçando que o conteúdo de mensagens e ligações é protegido por criptografia e não pode ser acessado pela companhia, e que os dados que são compartilhados entre ele e o Facebook permanecem os mesmos desde 2016.

    “Esta atualização não muda as práticas de compartilhamento de dados entre o WhatsApp e o Facebook, e não impacta como as pessoas se comunicam de forma privada com seus amigos e familiares em qualquer lugar do mundo”, disse o aplicativo em um comunicado enviado ao G1.

    Fonte: G1

    Serviços

    Últimas Notícias

    Google vai parar de vender anúncios com base em navegação de usuários

    O Google planeja parar de vender anúncios com base na navegação de usuários por múltiplos sites, uma mudança que...

    IPOs no Brasil fazem brilhar os olhos de bancas americanas

    A retomada dos IPOs no Brasil — que só nos dois meses deste ano já movimentou quase 40 bilhões...

    Veja outras matérias