quinta-feira, janeiro 21, 2021
Outros

    A História da Budweiser

    Em Destaque

    Dívida, briga e frango frito: o inferno astral da IMC

    O inferno astral da International Meal Company (IMC), dona das redes Frango Assado e Viena, tem de...

    Crise gerada pela covid segura valor de aluguéis

    A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) disparou no ano passado, mas isso...

    Renault lança serviço de carro por assinatura mais barato do Brasil

    Engrossando um movimento iniciado por montadoras como Toyota, Audi, Volkswagen, Fiat e Jeep, no Brasil, a Renault...


    This Bud is for you

    Um dos símbolos mais populares do mundo, a cerveja Budweiser é um produto que conquistou o mundo e faz parte a vida de milhares de pessoas em todo o globo. Conhecida por seu sabor marcante, a cerveja americana se tornou um dos maiores símbolos dos Estados Unidos, e atualmente teve um destino extremamente curioso. Tudo começou em 1876, quando a cervejaria Anhauser-Busch decidiu criar uma cerveja genuinamente americana. A cervejaria foi fundada em 1860, por Eberhard Anheuser e seu genro Adolphus Busch, na cidade de Saint Louis, Misouri nos Estados Unidos. Os dois tinham o objetivo de criar uma cerveja com sabor específico e que fosse um produto com identidade nacional, indo a contramão do sabor das cervejas europeias; que dominavam o mercado mundial. Dessa inspiração surgiu a Budweiser Lager Beer, inspirada nas receitas da Bavária, na Alemanha, mas com um toque particular que consolidou o sabor típico da bebida. Apesar da inspiração bávara, o nome escolhido veio da região de Budweis, no Império Austro-Húngaro, onde hoje está a República Tcheca. O nome foi americanizado e se tornou Budweiser, devido a pronúncia americana do nome da região, que seria Budweis. Além do nome ser americanizado, a bebida foi pensada desde o início para ser um símbolo nacional, recebendo as mesmas cores da bandeira americana, o branco, o vermelho e o azul. Curiosamente, na região tcheca, foi lançada em 1895 uma cerveja homônima chamada Budweiser Budvar. Outro ponto importante, foi a escolha do preço. A bebida custaria pouco e seria acessível a todas as camadas da população. Ao contrário das bebidas europeias que em geral eram mais caras por conta dos custos para importação. Com essa abordagem popular e nacionalista, a Budweiser se tornou a cerveja dos trabalhadores americanos e desde o começo foi pensada para povoar o imaginário dos clientes locais.

    Serviços

    Profiting faz Road Show para captar 20 Milhões.

    O recurso será investido em empresas associadas visando crescimento em vendas e aumento de produção. O mercado de aquisições...

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Últimas Notícias

    Os fatores que deixaram a bolsa brasileira na contramão do mercado dos EUA

    As principais bolsas americanas fecharam em alta nesta terça-feira, 19, que representa o último dia do republicano...

    Dívida, briga e frango frito: o inferno astral da IMC

    O inferno astral da International Meal Company (IMC), dona das redes Frango Assado e Viena, tem de...

    Veja outras matérias