sábado, julho 31, 2021
Outros

    A origem da Ant, candidata a maior IPO da história, e sua guerra com Trump

    Em Destaque

    O Ant Group, divisão financeira do gigante chinês Alibaba, é uma das fintechs mais valiosas do mundo, e está prestes a abrir capital. A expectativa é levantar 35 bilhões de dólares e chegar a um valor de mercado de cerca de 250 bilhões de dólares.

    A abertura de capital ocorrerá em Xangai, na China, e em Hong Kong. Se conseguir levantar o valor pretendido, a empresa será protagonista do maior IPO da história, batendo a abertura de capital da petroleira Saudi Aramco, que levantou 29,4 bilhões de dólares em 2019.

    O Ant Group era conhecido como Ant Financial até a metade deste ano e tem como principal produto o Alipay, a unidade de pagamentos do Alibaba. O Alipay foi criado em 2004 para servir como serviço de pagamentos aos consumidores que compravam nos marketplaces do Alibaba. Em 2011, foi transformado em empresa independente e expandiu sua atuação na China e também para outros países. A holding Ant foi criada em 2014 para abrigar o Alipay e outros serviços financeiros.

    Nas palavras do CEO da companhia, Eric Jing, o nome, que significa formiga em inglês, foi escolhido porque a companhia serve aos “pequenos”.  Além dos pagamentos, o Ant Group multiplicou sua atuação para setores como empréstimo ao consumidor, investimentos e seguros. Mais de 90% dos usuários do Alipay acessam o app para mais do apenas pagamentos.

    Números impressionantes

    Os números da companhia são impressionantes. O Alipay, é extremamente popular na China, com mais de um bilhão de usuários e 55% de participação no mercado chinês de pagamentos digitais. Hoje o Alipay tem mais de 700 milhões de usuários ativos por mês.

    O Ant Group teve 3,2 bilhões dólares de lucro, e 10,5 bilhões de dólares em receita no primeiro semestre de 2020. Em 2019, a empresa viabilizou 290 bilhões de dólares em crédito para pessoas físicas e pequenas empresas.

    Desde 2015, a empresa levantou 20 bilhõess de dólares em três rodadas de investimentos. A rodada mais recente, em 2018, levantou 14 bilhões de dólares e avaliou a companhia em 150 bilhões de dólares em valor de mercado.

    Na mira de Donald Trump

    Recentemente, o Ant Group entrou na mira do presidente Donald Trump em sua disputa contra a China. O governo Trump estuda restrições contra o Ant Group, o que geraria obstáculos para empresas americanas interessadas em fazer negócios com a companhia. A China afirma que administração Trump tenta com isso impedir que investidores norte-americanos participem do IPO da empresa.

    Ainda que o Alipay não esteja disponível aos usuários dos Estados Unidos, a administração Trump afirma que o governo chinês poderia acessar dados bancários sensíveis de futuros usuários no país.

    Analistas afirmam que as investidas de Trump não devem ter impacto na abertura de capital da empresa. Mas dizem que entrar na lista de empresas com restrições do governo norte-americano pode atrapalhar planos futuros da empresa, já que a empresa pode ter dificuldade em adquirir tecnologia dos Estados Unidos ou ainda sofrer resistência de outros mercados em adotar sua tecnologia.

    Fonte: Exame

    Serviços

    spot_img

    Últimas Notícias

    China aperta o cerco a grandes companhias. Veja o impacto para as empresas

    A perseguição das autoridades chinesas às suas empresas mais proeminentes, por meio de novas regulamentações e investigações, infiltrou-se em...

    Golpes em delivery de comida sobem 136%, e Procon-SP quer proibir pagamento no ato da entrega

    O registro de um aumento de 136% nos golpes relacionados a aplicativos de delivery de comida, de janeiro a...

    Veja outras matérias