sexta-feira, julho 30, 2021
Outros

    Argentina ‘manterá ritmo lento de desvalorização da moeda’, diz ministro da Economia

    Em Destaque

    O ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán, prometeu nesta sexta-feira (23) manter um ritmo lento de desvalorização da moeda local, apesar do aumento da pressão sobre o peso e da redução das reservas estrangeiras.

    A Argentina teve um “sério problema” com seu déficit fiscal por causa da pandemia de coronavírus, mas a economia real está dando “sinais de recuperação” e a desvalorização do peso não refletiu a verdadeira condição da macroeconomia do país, disse Guzmán em entrevista à Radio con Vos.

    Ele reconheceu que as expectativas de desvalorização da moeda prejudicam a economia, mas disse que a estabilização do câmbio não pode ser alcançada “de um dia para o outro”.

    O banco central da Argentina informou no início deste mês que permitiria uma flutuação controlada do peso e abandonaria sua atual estratégia de “desvalorização diária uniforme” conforme busca adaptar sua política monetária em meio a turbulências econômicas cada vez mais intensas.

    A diferença entre a taxa de câmbio oficial e a cotada nos mercados informais da Argentina chegou a 143% na quinta-feira, devido à desconfiança dos investidores e à forte demanda por dólares no mercado paralelo.

    Fonte: G1

    Serviços

    spot_img

    Últimas Notícias

    China aperta o cerco a grandes companhias. Veja o impacto para as empresas

    A perseguição das autoridades chinesas às suas empresas mais proeminentes, por meio de novas regulamentações e investigações, infiltrou-se em...

    Golpes em delivery de comida sobem 136%, e Procon-SP quer proibir pagamento no ato da entrega

    O registro de um aumento de 136% nos golpes relacionados a aplicativos de delivery de comida, de janeiro a...

    Veja outras matérias