quinta-feira, maio 6, 2021
Outros

    Carlos Wizard reúne empresários para investir R$ 50 mi para startups

    Em Destaque

    Banco Central eleva Selic em 0,75 p.p., para 3,5% ao ano, e sinaliza mais uma alta na mesma magnitude

    O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu nesta quarta-feira (5) elevar a Selic em 0,75 ponto percentual, para 3,50%...

    “Há muitos Mercados Livres para nascer na AL”, diz Nicolas Szekasy, do Kaszek

    Quando os argentinos Nicolas Szekasy e Hernan Kazah deixaram o Mercado Livre, empresa que tinham cofundado, para criar a...

    Bradesco espera perder receita com Pix e WhatsApp Pay, mas tem substituto

    A chegada da ferramenta de transferências de dinheiro via WhatsApp , assim como o Pix , vai 'morder' um pedaço da...

    Um grupo de 13 empresários lançou nesta segunda-feira a iniciativa Mentor S/A, para injetar R$ 50 milhões em startups e negócios com potencial de crescimento.

    O grupo é liderado por Carlos Wizard, da holding Sforza, (responsável por redes como KFC e Pizza Hut no Brasil), junto ao empresário Ricardo Bellino, com quem vinha realizando eventos online para empreendedores.

    Também fazem parte do grupo nomes como Janguiê Diniz (Ser Educacional), Caito Maia (Chilli Beans), Chaim Zaher (grupo SEB), Edu Lyra (Gerando Falcões) e a consultora Rachel Maia.

    O grupo vai investir em dez negócios com operação mais consolidada e em dez startups, em estágio inicial.

    Wizard afirma que os empresários investidores se dedicarão pessoalmente na seleção dos negócios e no apoio ao crescimento das empresas escolhidas. Eles terão liberdade para indicar em com quais projetos possuem mais afinidade.

    “Eu passei minha vida no setor de franquias. Se houver algo assim, terei interesse. Mas se aparecer alguém querendo explorar diamantes, pode ser um excelente negócio, mas não entendo nada, então não tenho interesse em investir.”

    Wizard diz que a possibilidade de ter orientações de empresários experientes é um dos atrativos do seu fundo para as startups. Segundo ele, a participação nos resultados que cada investidor terá nas companhias escolhidas dependerá do tempo que ele dedicar a cada uma delas.

    Os investimentos dos empresários será gerido pela Bossa Nova Investimentos, de Pierre Schurmann e João Kepler, conhecida por investir em um grande volume de empresas em estágio inicial.

    Wizard diz que o objetivo é receber inscrições do maior número de empresas possível. Ele afirma que companhias em qualquer estágio de desenvolvimento podem participar da seleção.

    Por outro lado, não há interesse em iniciativas que sejam consideradas modismo –e há preferência por projetos com capacidade de internacionalização, afirma.

    Interessados precisam preencher um formulário online e depois enviar vídeo de apresentação.

    O fundo também será apresentado em evento na rede social de voz ClubHouse nesta segunda-feira, às 21h30.

    Fonte: Folha

    Serviços

    Últimas Notícias

    Xiaomi traz ao Brasil seu 30º smartphone em dois anos

    A chinesa Xiaomi traz ao Brasil a partir de hoje dois novos smartphones chamados Redmi Note 10 Pro e...

    Marcas europeias ameaçam boicotar produtos do Brasil devido a política ambiental

    O Projeto de Lei (PL) 510/21, que altera regras de regularização fundiária em terras da União e do Incra...

    Veja outras matérias