quarta-feira, dezembro 2, 2020
Outros

    Com Biden, siderurgia brasileira sonha com fim das restrições dos EUA

    Em Destaque

    Plano nacional de imunização só sai depois da vacina aprovada pela Anvisa

    O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, disse nesta terça-feira, 1, que...

    Bolsonaro justifica alta na conta de luz com nível de represas e risco de apagões

    Ao justificar o aumento na conta de luz, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou via redes...

    Ricos precisam pagar mais imposto para desigualdade cair, diz estudo

    As propostas da equipe econômica do governo Jair Bolsonaro (sem partido) para criar um novo programa social...

    Tradicional gerador de empregos para indústria americana, o cinturão da ferrugem, formado por Michigan, Pensilvânia e Wisconsin, foi o fiel da balança a favor de Joe Biden na eleição à Casa Branca. Veio da Pensilvânia, por exemplo, o número de delegados que sacramentou a vitória do democrata no último sábado, dia 7. Isso pode ser visto como um recado ao rival derrotado e atual presidente, Donald Trump, que prometera recuperar os empregos e a economia daqueles estados. Para isso, lançou mão de medidas protecionistas, prejudicando, entre outras, a indústria siderúrgica brasileira. Agora, com os democratas de volta ao poder, a expectativa do mercado é de que as restrições impostas nos últimos anos pelo republicano sejam dissipadas.

    “Historicamente, os democratas sempre foram considerados os mais protecionistas ou intervencionistas. Mas isso é um conceito errado. As medidas mais duras no campo do protecionismo e da defesa comercial na história recente vieram de republicanos”, diz Marco Polo de Mello, presidente do Instituto Aço Brasil. “Foi assim com Ronald Reagan, com George W. Bush e, mais recentemente, com Donald Trump.”

    Desde 2018, o Brasil é um dos poucos países que exportam aço aos Estados Unidos, mas que o fazem por meio de cotas — assim como Argentina e Coreia do Sul. A cota de exportação não-tarifada do produto semiacabado a partir do território brasileiro é de 3,5 milhões de toneladas ao ano. O que excede ao montante, é taxado com 25%, o que, na prática, inviabiliza as exportações. O aço acabado produzido no Brasil, por sua vez, foi penalizado com uma redução de 30% sobre a média exportada entre 2015 e 2017 ao país americano. A expectativa, segundo Polo de Mello, é iniciar negociações com a equipe do presidente eleito para reduzir, pelo menos, os limites impostos para exportação do aço semiacabado. “Com a chegada desse novo governo, queremos reabrir as negociações. Se não for possível retirar todas as restrições, que se retire as restrições sobre o aço semiacabado, que é uma matéria-prima estratégica”, diz ele. “O Brasil é um parceiro estratégico para os americanos. Eles sempre tiveram superávit nessa relação.”

    Recentemente, Trump lançou mais uma ofensiva sobre a exportação do aço semiacabado, reduzindo a cota brasileira para exportação no último trimestre deste ano de 350.000 para 60.000 toneladas de aço. As partes envolvidas voltarão a negociar em dezembro. Há a expectativa de que Trump aceite incluir essa diferença (290.000 toneladas) no teto para exportação no primeiro trimestre de 2021. Mesmo derrotado, é a equipe do republicano estará a cargo da negociação. Mas Polo de Mello não quer perder tempo e está arquitetando um encontro com a equipe de transição do governo democrata tão logo for possível. “Uma vez tendo a equipe de transição definida, pensamos em fazer uma ida aos EUA para estabelecer essas novas conexões e começar a conversar a respeito da demanda de mercado”, diz ele. Com o excesso de capacidade de aço na Ásia, medidas protecionistas na Europa e o mercado interno ainda em busca de um equilíbrio, os Estados Unidos são um mercado estratégico e de suma importância para a siderurgia nacional.

    Fonte: Veja

    Serviços

    Profiting faz Road Show para captar 20 Milhões.

    O recurso será investido em empresas associadas visando crescimento em vendas e aumento de produção. O mercado de aquisições...

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Últimas Notícias

    Governo busca brecha na lei para limitar atuação dos chineses no 5G

    O governo Jair Bolsonaro está procurando alternativas, dentro da lei, para limitar a participação da fabricante chinesa...

    Moeda digital libra muda de nome para ‘diem’ na tentativa de se afastar do Facebook

    A criptomoeda libra foi rebatizada como "diem" nesta terça-feira (1º) pelo grupo de 27 empresas que coordenam...

    Veja outras matérias