sexta-feira, outubro 15, 2021
Outros

    Com cheque de Warren Buffett, Nubank se torna a sétima startup mais valiosa do mundo

    Em Destaque

    O Nubank é a sétima startup mais valiosa do mundo. Com um cheque de US$ 500 milhões da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, a fintech fundada pelo colombiano David Vélez foi avaliada em US$ 30 bilhões.

    A Sands Capital e as brasileiras Verde Asset e Absoluto Partners aportaram mais de US$ 250 milhões em uma extensão da última rodada em janeiro deste ano. Na ocasião, o Nubank captou US$ 400 milhões e foi avaliado em US$ 25 bilhões.

    Com a extensão da rodada, o Nubank elevou a captação da rodada para US$ 1,15 bilhão. A informação do novo aporte foi publicada em primeira mão pelo Pipeline, site de negócios do jornal Valor Econômico, e depois divulgada pelo Nubank.

    De acordo com a consultoria CB Insights, que divulga uma lista com os unicórnios mais valiosos do mundo, a Bytedance (dona do Tiktok), Stripe, SpaceX (de Elon Musk), Didi Chuxing (dona da 99 no Brasil), Instacart e Klarna são as únicas startups que valem mais que o Nubank no mundo.

    Os recursos serão usados em três frentes. A primeira delas é na expansão de novos produtos, bem como na aceleração de mercados em que já está presente, como o de investimentos.

    O dinheiro também ajudará a acelerar a expansão internacional – hoje, o Nubank está presente no México e na Colômbia. E, por fim, a fintech deve investir parte dos recursos para a atração de profissionais.

    O Nubank está montando um time de executivos para a sua expansão global. Entre os nomes contratados estão Renee Mauldin (ex-Uber e Twitter), para o cargo de Chief People Officer; Jag Duggal (ex-Facebook), como Chief Product Officer; Youssef Lahrech, (ex-Capital One) para Chief Operating Officer; e Matt Swann (ex-Amazon e Booking), que assumiu como Chief Technology Officer.

    A contratação mais recente do Nubank foi do americano Arturo Nuñez, ex-vice-presidente de marketing global da Nike para basquete e ex-diretor de marketing da Apple para a América Latina. Ele será o Chief Marketing Officer.

    Em entrevista no começo de junho ao NeoFeed, a cofundadora e CEO do Nubank no Brasil, Cristina Junqueira disse que a fintech contava com fila de investidores para entrar na base de acionistas da empresa. “Não precisamos de mais dinheiro”, disse ela, na ocasião

    A empreendedora afirmou também que “a turma do investment banking” vem rodeando o Nubank há anos. “Mas não temos pressa e não estamos correndo para fazer IPO”, afirmou Junqueira.

    O Nubank informou também que atingiu a marca de 40 milhões de clientes. Desde sua fundação, em 2013, já levantou aproximadamente US$ 2 bilhões.

    Fonte: Neofeed

    Fusões e Aquisições

    Últimas Notícias

    Microsoft vai fechar LinkedIn na China

    A Microsoft está desativando as operações da rede social LinkedIn na China, quase sete anos após seu lançamento e...

    IHS vale US$ 7 bi no IPO do 5G

    A IHS Towers começou a negociar hoje em Nova York depois de um IPO que avaliou a maior provedora...

    Veja outras matérias