sexta-feira, dezembro 4, 2020
Outros

    Diante da pandemia, em 5,4 milhões de domicílios brasileiros alguém solicitou empréstimo, aponta IBGE

    Em Destaque

    Itaú, Santander e Bradesco querem seu dinheiro para preservar a Amazônia

    Na esteira de mais de 70 empresas brasileiras com algum tipo de iniciativa para levar o desenvolvimento...

    Facebook e Instagram vão remover alegações falsas sobre vacinas contra a Covid-19

    O Facebook anunciou nesta quinta-feira (3) que vai começar a remover alegações falsas sobre as vacinas contra...

    Ibovespa encosta nos 113 mil pontos mesmo com decepção no PIB; dólar cai

    O Ibovespa engata firme alta nesta quinta-feira, 3, em linha com as bolsas internacionais e ignorando o...

    Dados divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, diante da crise provocada pela pandemia do novo cornavírus, em 5,4 milhões de domicílios do país algum morador recorreu a empréstimo financeiro até setembro. Do total de pedidos de empréstimo, 85,2% foram atendidos.

    Até agosto, somavam cerca de 4,9 milhões os domicílios onde alguém solicitou empréstimo financeiro, dos quais 84,8% haviam sido atendidos.

    A pesquisa não detalha o perfil dos domicílios onde algum morador recorreu a empréstimo. Todavia, destacou que 75,9% dos pedidos foram feitos a bancos ou instituições financeiras, enquanto 23,5% foram direcionados a parentes ou amigos.

    1,1 milhão de trabalhadores sem salários

    O levantamento mostrou, ainda, que cerca de 5,4 milhões de trabalhadores estavam afastados do trabalho em setembro em decorrência do distanciamento social imposto pela pandemia. Destes, cerca de 1,1 milhão ficaram sem receber salário no mês, o que corresponde a 19,8% do total de afastados.

    Em agosto, os trabalhadores afastados que ficaram sem remuneração somavam 23,7% do total de afastados do trabalho. Segundo o IBGE, este percentual “vem caindo consistentemente ao longo da pandemia”.

    O instituto destacou que o menor percentual de trabalhadores afastados sem remuneração em setembro foi observado na Região Sudeste (17,6%), enquanto o maior, na Região Norte (24,1%).

    “Houve redução do percentual de pessoas nestas condições em todas as regiões, quando comparadas a agosto”, ressaltou o IBGE.

    Impacto do Auxílio Emergencial

    A pesquisa do IBGE mostrou, ainda, o tamanho do impacto do auxílio emergencial entre os mais pobres no país. Nas famílias onde a renda per capita média mensal era de R$ 17,82 em setembro, com o pagamento do benefício o rendimento saltou para R$ 300,25 – um aumento de 1.665%.

    Já nas famílias cuja renda per capita R$ 828,01, com o pagamento do auxílio emergencial a alta foi de apenas 15%, passando para R$ 951,16.

    O IBGE enfatizou que o rendimento domiciliar per capita nos domicílios que não receberam auxílio emergencial era o dobro daqueles que contaram com o benefício.

    Segundo o levantamento, o rendimento médio real domiciliar per capita efetivo do país, em setembro, foi de R$ 1.320. Nos domicílios em que nenhum dos moradores recebia algum auxílio do governo em função da pandemia, esse valor foi de R$ 1.821. Já nos lares em que ao menos um morador recebeu o auxílio, o rendimento médio real domiciliar per capita foi de R$ 825 – uma diferença de 45%.

    Ainda segundo o IBGE, a proporção de domicílios que recebeu algum auxílio relacionado à pandemia no Brasil passou de 43,9% em agosto para 43,6% em setembro, com valor médio do benefício em R$ 894 por domicílio.

    Norte e Nordeste foram as regiões com os maiores percentuais de domicílios recebendo auxílio: 59,8% e 58,8%, respectivamente.

    O IBGE considerou dois auxílios financeiros no levantamento: o Auxílio Emergencial e a complementação do Governo pelo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda.

    Fonte: G1

    Serviços

    Profiting faz Road Show para captar 20 Milhões.

    O recurso será investido em empresas associadas visando crescimento em vendas e aumento de produção. O mercado de aquisições...

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Últimas Notícias

    Facebook e Instagram vão remover alegações falsas sobre vacinas contra a Covid-19

    O Facebook anunciou nesta quinta-feira (3) que vai começar a remover alegações falsas sobre as vacinas contra...

    Ibovespa encosta nos 113 mil pontos mesmo com decepção no PIB; dólar cai

    O Ibovespa engata firme alta nesta quinta-feira, 3, em linha com as bolsas internacionais e ignorando o...

    Veja outras matérias