sexta-feira, agosto 7, 2020
Outros

    Energias renováveis superam combustíveis fósseis na Europa e emissões de CO2 diminuem

    Em Destaque

    BB e Bradesco contratam consultoria para separar negócio na EloPar e Cielo

    O Banco do Brasil e o Bradesco contrataram uma consultoria para examinar a possível separação dos negócios...

    ‘Podemos chegar a um crescimento de 3,5% a 4% no fim desse governo’, diz Guedes

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira, 6, confiar em uma recuperação acelerada da economia...

    Dia dos Pais não anima varejo e só 19% dos empresários estão otimistas com vendas

    Apesar da retomada gradual da economia em diversas regiões do Brasil, o empresariado nacional não está animado...

    O “mix” de energia europeu contou, pela primeira vez na história, com um maior peso das energias renováveis do que das fósseis. Uma fasquia cruzada no conjunto do primeiro semestre.  

    Cerca de 40% da eletricidade que foi consumida entre janeiro e junho foi proveniente de fontes renováveis, acima dos 34% correspondentes aos combustíveis fósseis, calcula o grupo ambientalista londrino Ember, citado pela Bloomberg. Desta forma, as emissões de dióxido de carbono desceram 23%.

    “Isto marca um momento simbólico na transição do setor elétrico na Europa”, afirma um analista da Ember. A procura por eletricidade decresceu 7% na Europa, tendo a produção de energia fóssil afundado 18%. Já a geração de renováveis subiu 11% no mesmo período.

    Apesar de a procura por eletricidade ter diminuído, a produção oriunda de instalações eólicas e solares aumentou, já que um maior número passou a estar ativo neste período e a tirar partido do clima. Paralelamente, a disponibilidade hídrica nos mercados nórdicos e ibéricos também deu um contributo relevante.

    Portugal tem maior quebra europeia no carvão

    Com o título de maior perdedor ficou, por oposição, o carvão. A energia com origem nesta fonte poluente deslizou 32% no conjunto dos países europeus.

    De acordo com os dados da Ember, a quebra do consumo de energia com origem no petróleo foi de 95% em Portugal, “uma vez que viu períodos extensos completamente livres de carvão”. Esta foi a maior quebra percentual na europa, com a Alemanha a conseguir o melhor resultado em termos absolutos. 

    Fonte: Jornal de Negócios

    Serviços

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empreendedores, em âmbito nacional,  que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Pré Auditoria

    A Profiting, utiliza o serviço de Pré Diligência, como procedimento básico para qualquer negociação de venda de uma empresa cliente. Com foco...

    Últimas Notícias

    BB e Bradesco contratam consultoria para separar negócio na EloPar e Cielo

    O Banco do Brasil e o Bradesco contrataram uma consultoria para examinar a possível separação dos negócios...

    Fazenda Futuro chega a Europa e EUA com carne de plantas para carnívoros

    O mercado de carnes vegetais, ou plant based, é um dos vencedores indiscutíveis da pandemia do novo...

    Veja outras matérias