quinta-feira, março 4, 2021
Outros

    Heineken produzirá cerveja no Brasil a partir de energia 100% renovável

    Em Destaque

    Brasil sai de lista das 10 maiores economias do mundo e cai para a 12ª posição, aponta ranking

    Com o tombo histórico de 4,1% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2020, o Brasil saiu do ranking das...

    Descontrole da pandemia, risco fiscal, populismo econômico e dólar forte: as 4 incertezas da economia em 2021

    Várias incertezas pairam sobre o Brasil e já começam a minar as expectativa para a retomada da economia brasileira...

    Bancos propõem compra do controle da Empiricus e da Vitreo

    O grupo que comanda a casa de research Empiricus e a corretora Vitreo está no meio de um processo...

    A cervejaria Heineken anuncia que neste mês de dezembro a produção brasileira começa a utilizar 100% de energia renovável nas fábricas de Alagoinhas (BA), Araraquara (SP) e Ponta Grossa (PR).  A ação faz parte da estratégia global da companhia “Brewing a Better World”, que tem como um dos objetivos reduzir as emissões de CO2 na produção em 80% até 2030.

    Para que isso seja possível, um dos movimentos é a utilização apenas de energia renovável nos processos de fabricação e envase. A iniciativa também compõe a estratégia de sustentabilidade do Grupo Heineken no Brasil, que pretende operar em totalidade com energia renovável até 2023.

    A utilização de energia 100% renovável se aplica a todo o processo produtivo e de envase das cervejas da marca Heineken, incluindo Heineken 0.0, nas três fábricas mencionadas.

    Os rótulos das cervejas Heineken ​​e Heineken 0.0 produzidas com energia renovável serão alterados e será acrescentado um símbolo que informará ao consumidor que o produto, seja a garrafa, lata ou keg, faz parte de uma cadeia energética mais limpa para produção e envase na qual 100% das necessidades de energia, durante todo o processo, são parte de um ciclo renovável.

    “Estamos orgulhosos por sermos capazes de produzir a Heineken com a mesma qualidade, mas agora usando energia verde e reduzindo significativamente o impacto no meio ambiente. A sustentabilidade é um dos pilares da marca e também uma prioridade do Grupo no Brasil”, diz Vanessa Brandão, diretora de marketing de marcas premium.

    Para garantir que a quantidade de energia consumida nessas cervejarias seja proveniente de energia limpa, o Grupo Heineken no Brasil passa a adquirir energia elétrica de fontes 100% renováveis, além de já contar com energia térmica limpa proveniente de biomassa nas Unidades de Araraquara (SP), Alagoinhas (BA) e Ponta Grossa (PR).

    Até 2023, o Grupo irá instalar novas caldeiras de biomassa na cervejaria de Jacareí (SP), que já opera com 100% de energia elétrica de fontes renováveis, convertendo assim essa e todas as outras 8 cervejarias no Brasil para operarem unicamente com energia renovável na produção de todos os produtos do portfólio da companhia.

    “Produzir a Heineken com energia verde é parte de uma jornada em direção a um futuro mais sustentável. Em nossa agenda de consumo responsável desenvolvemos o projeto WeLab & Day After para impulsionar a mudança de comportamento em relação ao consumo abusivo de álcool e alcançamos 19 milhões de pessoas. Na questão da água (Every Drop) avançamos na redução do consumo de água atingindo 3,4 hl / hl em nossas cervejarias, um decréscimo de 36% em relação a 2010. E finalmente nas emissões (Drop the C), temos um ambicioso plano de energia renovável em produção atingindo 100% até 2023 e também vários esforços foram feitos na distribuição, resfriamento e finalmente na embalagem para reduzir nosso impacto por meio de garrafas retornáveis, conteúdo reciclado e programas de logística reversa espalhados por todo o país”, afirma Ornella Vilardo, gerente de sustentabilidade do Grupo Heineken no Brasil.

    Campanha

    Para anunciar a novidade, a Heineken realizou nesta sexta-feira, 18, uma iluminação totalmente verde no Museu do Amanhã (RJ). As pessoas que circularam pelo entorno do Museu descobriram em primeira mão a novidade que fará parte do processo de produção e envase da cerveja.

    A ação para iluminar o museu fez uso apenas de energia limpa e foi desenvolvida em parceria com a Red Door Agency.

    Fonte: Exame

    Serviços

    Últimas Notícias

    Google vai parar de vender anúncios com base em navegação de usuários

    O Google planeja parar de vender anúncios com base na navegação de usuários por múltiplos sites, uma mudança que...

    IPOs no Brasil fazem brilhar os olhos de bancas americanas

    A retomada dos IPOs no Brasil — que só nos dois meses deste ano já movimentou quase 40 bilhões...

    Veja outras matérias