sábado, dezembro 4, 2021
Outros

    50% das empresas desejam realizar pelo menos um M&A nos próximos 12 meses

    CEO da Profiting Consulting

    Em Destaque

    Moyses Samuel
    CEO da Profiting

    A recente pesquisa “ABES/BR Angels/Solstic Advisors: percepções sobre fusões e aquisições no atual cenário do mercado brasileiro” trouxe em números um sentimento que é notável por qualquer pessoa que vive a realidade do mercado: Operações de fusões e aquisições são vistas como promissoras por 86% dos empreendedores e executivos de empresas brasileiras, sendo que 50,5% pretendem realizar alguma transação nos próximos 12 meses.

    Entre os executivos entrevistados, 13,3% afirmaram ter participado de fusões ou aquisições nos últimos dois anos. Destes, 50% realizaram transações no mercado de TI, enquanto 14,3% escolheram o varejo e outros 14,3% o setor financeiro.

    Observando estes dados, a primeira conclusão que chegamos é de que quem tem muito a ganhar com isso são as startups. Afinal, os novos empreendedores podem escalar o seu negócio com maior rapidez ao participar de um M&A com outras empresas já consolidadas no segmento.

    Apesar dos números que mostram a empolgação do mercado com fusões e aquisições,  ainda há um longo caminho a percorrer. Hoje, a maioria das empresas participantes do estudo (75,2%) não tem uma área de M&A estruturada. Dos 24,8% que dispõem de uma área voltada para esse fim, 10,5% contam com um departamento externo, apenas 7,6% detém a estrutura internamente e só 2,9% tem uma estrutura dedicada a Corporate Venture.

    Fusões e Aquisições

    Últimas Notícias

    Alexandre Saigh: “IPOs só no fim de 2022 ou 2023”

    Numa tacada que consolidou a maior gestora de private equity, infraestrutura e crédito da América latina, o Pátria acaba...

    Migração do Inter à Nasdaq fica para depois

    Pedidos de resgate ficaram acima dos R$ 2 bilhões que o banco digital havia estipulado como limite A migração do...

    Veja outras matérias