sábado, dezembro 4, 2021
Outros

    Governo avaliará privatização da Petrobras

    Em Destaque

    O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que tem vontade de privatizar a Petrobras e que avaliará com a equipe econômica o que pode fazer, durante uma entrevista à Rádio Novas de Paz, do Pernambuco.

    “Eu já tenho vontade de privatizar a Petrobras, tenho vontade, vou ver com a equipe econômica o que a gente pode fazer, porque, o que acontece? Eu não posso, não é controlar, não posso melhor direcionar o preço do combustível, mas quando aumenta a culpa é minha. Aumenta o gás de cozinha, a culpa é minha, apesar de ter zerado o imposto federal”, afirmou o presidente.

    A questão do preço dos combustíveis e do gás de cozinha é um ponto recorrente dos discursos do presidente Bolsonaro, que culpa a inflação na cobrança do ICMS pelos governadores. Entretanto, segundo especialistas, o principal responsável pelo aumento do preço dos combustíveis é a desvalorização do real em relação ao dólar.

    O ICMS é um imposto cobrado pelos estados e o cálculo é feito com base em um percentual sobre o preço final do combustível ou do gás de cozinha, calculado periodicamente. Quando o preço dos combustíveis aumenta, consequentemente o valor arrecadado com o ICMS também aumenta. Entretanto, a cobrança em si não é responsável pelo aumento.

    O real é uma das moedas mais desvalorizadas no mundo em 2021. Isso ocorreu por fatores externos mas também pela situação política e fiscal. O país não conseguiu avançar na agenda de reformas e, durante boa parte do ano, o presidente Bolsonaro atacou outras instituições, sobretudo o Supremo Tribunal Federal.

    A declaração vem após o ministro da Economia, Paulo Guedes, defender na véspera que o governo possa vender ações da petroleira estatal em momento de valorização dos papéis para distribuir parte dos ganhos à população mais vulnerável.

    As ações preferenciais da Petrobras saltaram após os comentários de Bolsonaro, avançando 1,9% para 30,20 reais no pregão da manhã.

    Fonte: Exame

    Fusões e Aquisições

    Últimas Notícias

    Alexandre Saigh: “IPOs só no fim de 2022 ou 2023”

    Numa tacada que consolidou a maior gestora de private equity, infraestrutura e crédito da América latina, o Pátria acaba...

    Migração do Inter à Nasdaq fica para depois

    Pedidos de resgate ficaram acima dos R$ 2 bilhões que o banco digital havia estipulado como limite A migração do...

    Veja outras matérias