sexta-feira, julho 10, 2020
Outros

    Notre Dame Intermédica compra controle do Grupo Santa Mônica por R$233 mi

    Em Destaque

    Após secretário, Trump também diz que estuda banir TikTok dos EUA

    Um dia após fala de Mike Pompeo, presidente americano confirmou que o país "está analisando" banir o...

    Loft compra a Uotel e entra no mercado de locação de imóveis

    A startup, fundada em 2018 e que vale mais de US$ 1 bilhão, comprou a empresa, uma...

    Europa faz acordo com farmacêuticas para garantir remédios contra vírus

    Acordos abrangem o medicamento para artrite da Roche, RoActemra, e o remédio para esclerose múltipla da Merck,...

    A Notre Dame Intermédica <GNDI3.SA> fechou acordo para a compra de controle indireto do Grupo Santa Mônica por 233 milhões de reais, em valor que desconta o endividamento líquido a ser apurado na data de fechamento da operação e abatidas eventuais contingências.

    O Grupo Santa Mônica inclui a SMV Serviços Médicos Ltda., o Hospital e Maternidade Santa Mônica S.A., o Incord – Instituto de Neurologia e do Coração de Divinópolis Ltda. e a Bioimagem Diagnósticos por Imagem e Laboratório de Análises Clínicas Ltda.

    Com a conclusão da transação, a Notre Dame Intermédica passará a deter, de forma indireta, o controle do Grupo Santa Mônica, com 89,9% das cotas da SMV Serviços Médicos Ltda.; 92,0% das cotas do Hospital e Maternidade Santa Mônica S.A.; 75,2% das cotas da Incord – Instituto de Neurologia e do Coração de Divinópolis Ltda.; e 86,1% das cotas do Bioimagem Santa Mônica Ltda.

    Fundado em 1993, o Grupo Santa Mônica se apresenta como o maior operador de saúde verticalizado do centro-oeste mineiro, com uma carteira com cerca de 41 mil beneficiários na região, duas unidades hospitalares em Divinópolis e Nova Serrana, além de parque de imagem completo e laboratório de análises clínicas, além de uma operação própria de serviços de hemodinâmica.

    Em 2019, apresentou um faturamento líquido consolidado de 89 milhões de reais, com sinistralidade caixa de 74% e Ebitda 14 milhões de reais, com margem de 15,9.

    Do total do valor da aquisição, 100 milhões de reais serão pagos à vista, em dinheiro, na data de fechamento da transação, e 133 milhões de reais serão pagos em seis parcelas iguais e anuais, descontado o endividamento líquido a ser apurado na data de fechamento e abatidas eventuais contingências.

    A aquisição inclui os imóveis dos dois hospitais, que possuem mais de 28 mil metros quadrados de área construída.

    O plano de integração, segundo a Notre Dame, ainda prevê relevantes sinergias operacionais e a criação de um nova regional da companhia no Estado de Minas Gerais.

    Fonte: Mix Vale

    Serviços

    Buscamos Sócios Empreendedores

    Estamos selecionando empreendedores, em âmbito nacional,  que possuam negócios que precisam ser profissionalizados ou re-estruturados. Os segmentos a seguir...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Pré Auditoria

    A Profiting, utiliza o serviço de Pré Diligência, como procedimento básico para qualquer negociação de venda de uma empresa cliente. Com foco...

    Últimas Notícias

    Câmara aprova MP que permite reembolso de passagem aérea em até um ano

    A Câmara dos Deputados aprovou, em sessão virtual nesta terça-feira, 7, o texto-base da Medida Provisória 925/20,...

    Mastercard e Visa criam arranjo para permitir transferência via WhatsApp

    Bandeira de cartão de crédito submeteu o novo modelo de arranjo ao Banco Central

    Veja outras matérias