quinta-feira, janeiro 21, 2021
Outros

    China suspende importação de carne suína de unidade da Aurora em SC, diz associação

    Em Destaque

    Dívida, briga e frango frito: o inferno astral da IMC

    O inferno astral da International Meal Company (IMC), dona das redes Frango Assado e Viena, tem de...

    Crise gerada pela covid segura valor de aluguéis

    A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) disparou no ano passado, mas isso...

    Renault lança serviço de carro por assinatura mais barato do Brasil

    Engrossando um movimento iniciado por montadoras como Toyota, Audi, Volkswagen, Fiat e Jeep, no Brasil, a Renault...

    A China suspendeu as importações de carne suína de uma fábrica operada pela Aurora Alimentos em Santa Catarina, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) em nota, nesta segunda-feira (4).

    De acordo com um documento disponível no site da Administração Geral de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês), a unidade suspensa tem o número de registro SIF 3548, que é referente a uma planta da cooperativa localizada na cidade de Chapecó (SC).

    O G1 entrou em contato com o Ministério da Agricultura do Brasil para saber se o governo foi notificado, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

    A ABPA afirma que está ajudando a Aurora e o Ministério da Agricultura a prestarem esclarecimentos às autoridades chinesas para que a proibição seja revertida.

    Por outro lado, o comunicado não esclarece o motivo e nem o prazo de vigência da suspensão.

    “A ABPA ressalta que se trata de uma situação pontual e pretérita”, disse a entidade. “Todas as informações e demonstrações de boas práticas da cooperativa –que segue os rígidos protocolos setoriais e oficiais referentes à Covid-19 – foram detalhadamente demonstradas às autoridades chinesas.”

    A ABPA reiterou que não há comprovação científica de risco de contaminação de Covid-19 por meio do consumo de alimentos.

    Suspensões em 2020

    Desde o início da pandemia, a China já suspendeu as importações de 11 frigoríficos e 1 unidade de pescados do Brasil, por preocupações com a Covid-19.

    Desse total, já foram reestabelecidas as exportações das unidades da BRF em Dourados e Lajeado, da Marfrig em Várzea Grande, da Minerva em Barretos, da empresa Monteiro Indústria de Pescados e a processadora de carne Agra.

    Em alguns desses casos, o país asiático alegou ter encontrado traços do coronavírus nas embalagens das carnes brasileiras.

    Neste momento, 5 frigoríficos ainda estão suspensos de exportar para a China. São eles:

    • JBS, de Passo Fundo (RS) – carne de frango;
    • Minuano, de Lajeado (RS) – carne de frango;
    • JBS, de Três Passos (RS) – carne suína;
    • Aurora, de Xaxim (SC) – carne de frango;
    • Aurora, de Chapecó (SC) — carne suína.

    Fonte: G1

    Serviços

    Profiting faz Road Show para captar 20 Milhões.

    O recurso será investido em empresas associadas visando crescimento em vendas e aumento de produção. O mercado de aquisições...

    Buscamos Empreendedores para parcerias.

    Foto: Moyses Samuel, Presidente do grupo Profiting. Estamos selecionando empresários, em âmbito nacional, que possuam negócios que precisam ser...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Últimas Notícias

    Os fatores que deixaram a bolsa brasileira na contramão do mercado dos EUA

    As principais bolsas americanas fecharam em alta nesta terça-feira, 19, que representa o último dia do republicano...

    Dívida, briga e frango frito: o inferno astral da IMC

    O inferno astral da International Meal Company (IMC), dona das redes Frango Assado e Viena, tem de...

    Veja outras matérias