segunda-feira, março 1, 2021
Outros

    Em resposta a Macron, governo diz que soja brasileira ‘não exporta desmatamento’

    Em Destaque

    Investimento é o menor em 53 anos, e Brasil corre risco de tudo piorar

    Se o Brasil não começar rapidamente a aumentar o volume de investimentos, o país terá uma década perdida, com...

    Reforma pode beneficiar milhares de imigrantes brasileiros nos Estados Unidos

    Apresentada ao Congresso na semana passada, a ambiciosa proposta de reforma migratória do presidente Joe Biden pode beneficiar milhares...

    Com fusão aprovada, o que observar ao investir em Hapvida e Intermédica

    O acordo para a criação do segundo maior grupo de saúde do país, unindo Hapvida (HAPV3) e NotreDame Intermédica...

    O Ministério da Agricultura divulgou uma nota nesta quarta-feira (13) na qual afirmou que a produção de soja no país é sustentável e que o grão “não exporta desmatamento”.

    A nota foi uma resposta a uma declaração do presidente da França, Emmanuel Macron. Nesta terça (12), Macron disse que depender da soja brasileira é “endossar o desmatamento da Amazônia”. Disse também que não é “coerente” importar o grão “a partir da floresta destruída no Brasil”.

    “A declaração do presidente francês, Emmanuel Macron, sobre a soja brasileira mostra completo desconhecimento sobre o processo de cultivo do produto importado pelos franceses e leva desinformação a seus compatriotas”, afirmou o Ministério da Agricultura nesta quarta.

    “O Brasil é o maior produtor e exportador de soja do mundo, abastecendo mais de 50 países com grãos, farelo e óleo. Detém domínio tecnológico para dobrar a atual produção com sustentabilidade […]. A soja brasileira, portanto, não exporta desmatamento”, acrescentou a pasta.

    Mais cedo, nesta quarta-feira, o vice-presidente Hamilton Mourão, que chefia o Conselho Nacional da Amazônia, afirmou que Macron externou interesses protecionistas ao criticar a soja brasileira.

    Mourão afirmou também que a presença de soja na Amazônia “é ínfima”, mas que a capacidade de produção brasileira é “imbatível”.

    “Macron desconhece a produção de soja do Brasil. Nossa produção de soja é feita no cerrado ou no sul do país”, afirmou o vice-presidente.

    Íntegra

    Leia a íntegra da nota do Ministério da Agricultura:

    Nota Oficial – Sustentabilidade da soja brasileira

    O Brasil tem uma das legislações ambientais mais rigorosas do mundo e utiliza tecnologias reconhecidas que ampliaram a sustentabilidade de sua produção agropecuária.

    A declaração do presidente francês, Emmanuel Macron, sobre a soja brasileira mostra completo desconhecimento sobre o processo de cultivo do produto importado pelos franceses e leva desinformação a seus compatriotas.

    O Brasil é o maior produtor e exportador de soja do mundo, abastecendo mais de 50 países com grãos, farelo e óleo. Detém domínio tecnológico para dobrar a atual produção com sustentabilidade, seja em áreas já utilizadas, seja recuperando pastagens degradadas, não necessitando de novas áreas. Toda a produção nacional tem controle de origem.

    A soja brasileira, portanto, não exporta desmatamento.

    Atenciosamente,

    Coordenação-Geral de Imprensa

    Assessoria Especial de Comunicação Social – AECS

    Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

    Fonte: G1

    Serviços

    Últimas Notícias

    Com fusão aprovada, o que observar ao investir em Hapvida e Intermédica

    O acordo para a criação do segundo maior grupo de saúde do país, unindo Hapvida (HAPV3) e NotreDame Intermédica...

    Bitcoin: como a enorme energia gasta pode fazer a ‘bolha’ das criptomoedas explodir

    Todos nós já ouvimos as histórias dos novos milionários por causa do bitcoin. Elon Musk está entre os últimos...

    Veja outras matérias