quarta-feira, julho 15, 2020
Outros

    Exportação recorde: China compra do Brasil maior nível de soja em 2 anos

    Em Destaque

    Eneva tem nova proposta pela AES Tietê em disputa que balança o mercado

    Uma disputa no setor elétrico está balançando o segmento de energia e sendo acompanhado de perto por...

    Fábricas deixam a Argentina e migram para o Brasil

    Ao menos três empresas do setor automotivo anunciaram, nas últimas duas semanas, o fechamento de fábricas na...

    Agora vai? Os movimentos de Guedes para encampar a reforma tributária

    Há mais de um ano o país se prepara para receber a proposta de reforma tributária do...

    A importação chinesa de soja cresceu 41% em maio na comparação ao mesmo período de 2019. No total foram 8,86 milhões de toneladas de soja brasileira

    As importações chinesas de soja do principal fornecedor, o Brasil, atingiram em maio o nível mais alto em dois anos, de acordo com dados alfandegários divulgados nesta sexta-feira, com a China demonstrando grande apetite por uma safra brasileira recorde neste ano.

    A China, o maior importador mundial de soja, trouxe 8,86 milhões de toneladas de soja brasileira no mês passado, o maior volume desde maio de 2018 e 41% a mais do que as 6,3 milhões de toneladas vistas no mesmo período de 2019, mostraram dados da Administração Geral das Alfândegas.

    As importações do produto do Brasil também cresceram 49% na comparação com abril.

    Já as compras chinesas de soja dos Estados Unidos somaram 491.697 toneladas em maio, queda de quase 50% em relação a maio de 2019 e a menor contagem mensal desde janeiro de 2019.

    As chuvas atrasaram os embarques de soja do Brasil no final de fevereiro, o que afetou gravemente as chegadas em março e abril na China.

    À medida que o tempo melhorou, os embarques aumentaram gradualmente e agora provavelmente atingiram na China o pico para o fornecedor sul-americano.

    Em abril, as exportações do Brasil para todos os destinos atingiram um volume recorde de 16,3 milhões de toneladas de soja, segundo dados do governo brasileiro, que apontaram embarques de outras 15,5 milhões de toneladas em maio.

    Agora, espera-se que a China volte-se aos Estados Unidos, à medida que os chineses tentam cumprir seu acordo de impulsionar as compras agrícolas sob o pacto comercial da fase 1 com os norte-americanos –Pequim repetiu seu compromisso durante conversas no Havaí na semana passada.

    O período de pico para remessas dos EUA para a China ocorre tradicionalmente durante os últimos quatro meses do ano civil, e a China historicamente conclui mais de 40% de suas compras de um ano inteiro dos Estados Unidos durante essa janela.

    Fonte: Reuters

    Serviços

    Buscamos Sócios Empreendedores

    Estamos selecionando empreendedores, em âmbito nacional,  que possuam negócios que precisam ser profissionalizados ou re-estruturados. Os segmentos a seguir...

    Recuperação de tributos próprios

    Sua empresa pode melhorar o fluxo de caixa se houver créditos tributários nos últimos 5 anos.

    Há sempre possibilidades de melhorias

    "O Brasil possui excelentes profissionais de consultoria. Nesta crise é necessário muita dedicação na busca de soluções para os problemas. Em situações...

    Quanto a minha empresa perdeu de valor na Pandemia?

    Algumas empresas aumentaram seu valor na pandemia. Outras, perderam. É importante saber qual o ganho ou qual a perda nesse momento? A...

    Pré Auditoria

    A Profiting, utiliza o serviço de Pré Diligência, como procedimento básico para qualquer negociação de venda de uma empresa cliente. Com foco...

    Últimas Notícias

    Retomada da medição da Enel aumenta conta de luz em até 100%

    A retomada da medição presencial de luz feita pela distribuidora de energia elétrica Enel São Paulo elevou...

    Padtec se prepara para captar recursos na Bolsa

    A Padtec concluiu a última etapa do processo de incorporação de suas ações pela Padtec Holding, antiga...

    Veja outras matérias